A família de Orzilha Aparecida Figueiredo Gaspar, moradora do bairro Tatuquara (a 16 quilômetros do Centro), acaba de entrar para o grupo de curitibanos que conta com acesso grátis à internet dentro de casa. Com dois filhos na Escola Municipal Vila Zanon, Orzilha é uma das moradoras beneficiadas pelo projeto Curitiba Digital – Internet Grátis, que disponibiliza internet sem fio em escolas municipais e suas proximidades.

O projeto, realizado pelo ICI para a Prefeitura de Curitiba, deve atingir as 179 escolas do município até junho de 2013. “Antes meus filhos usavam internet na casa dos vizinhos, mas há duas semanas eu comprei um computador e, na hora de instalar a internet, vimos que o sinal da escola chegava até aqui”, comemora Orzilha.

 A Vila Zanon está entre as primeiras 80 escolas a receber a internet grátis sem fio (via tecnologia wi-fi) dentro da instituição. A conexão é de 20 Megabytes (MB) por escola. O sinal é ofertado também para casas, comércios e serviços localizados num raio de até 200 metros no entorno de cada instituição.

“É uma expansão digital do conceito de Comunidade Escola, pois rompe as barreiras físicas e traz informações às famílias dos alunos a qualquer hora do dia e em qualquer dia da semana”, afirma o diretor-presidente do ICI, Renato Rodrigues.

Ele ressalta que a internet grátis é um dos “pilares do nosso reconhecimento como Cidade Mais Digital do Brasil em 2012”. Este ano, Curitiba alcançou o topo do Índice Brasil de Cidades Digitais, pesquisa realizada pelo Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD) – entidade privada originária do Ministério das Comunicações.

 Alunos e professores conectados – Nas escolas onde o serviço já está ativo, os alunos acessam a internet a partir de netbooks (versão menor e mais leve dos laptops) nas próprias salas de aula – 20 mil foram distribuídos pela Secretaria Municipal da Educação para todas as escolas municipais.

Os equipamentos fazem parte do projeto Conexão Escola, da Prefeitura de Curitiba em parceria com o Governo Federal. Com a tecnologia wi-fi em toda a área da escola, o uso da internet deixa de ser restrito aos laboratórios de informática e passa a ser integrado à rotina da sala de aula.

“Professores também usam o sinal para fazer pesquisas e o planejamento das aulas”, diz a diretora da Escola Vila Zanon, Márcia Peça. É o caso da professora Karla Renata Ferri: “Isso facilita muito o nosso trabalho, pois com a internet no apoio aos livros temos um leque maior de conhecimento”.

Benefício à comunidade

“No dia que instalaram (a internet sem fio), tinha uma fila de gente usando notebook e celular na calçada em frente à escola”, conta a diretora Márcia. De acordo com o gerente de infraestrutura do ICI, Fernando Matesco, o serviço é apropriado para o acesso a e-mails, redes sociais, acesso a portais e realização de pesquisas diversas.

 

A confeiteira Djanani Gomes de França, que mora perto da Escola Vila Zanon e trabalha em casa, vai além: “Eu busco receitas na internet para fazer minhas encomendas”. Djanani conta que o serviço oferecido pelas operadoras de internet na região ainda não é satisfatório

“Antes eu ficava andando pela casa procurando o sinal”, diz. Com dois filhos na escola municipal, ela conta que as pesquisas escolares feitas em casa facilitaram a rotina das crianças, pois não há lan house por perto. “E agora estou até ensinando minha mãe a usar a internet”, orgulha-se.

Como usar

O sinal gratuito de internet alcança as proximidades das escolas municipais que estão com o serviço ativo, em um raio de 200 metros em torno da antena, e pode ser acessado por qualquer dispositivo com tecnologia wi-fi padrão de mercado.

Para acessar, basta localizar a rede WIFI_CURITIBA no dispositivo. O navegador será direcionado para o site do Passaporte Curitiba, no qual é possível cadastrar-se. Após o preenchimento dos campos, a navegação é liberada. Depois do primeiro cadastro, basta inserir login e senha para ter acesso ao serviço novamente. A velocidade da conexão pode variar de acordo com o número de usuários simultâneos na região.