O 1º de abril é mais conhecido por ser o dia da Mentira, mas a partir dessa data, é possível realizar a colheita, o transporte e comercialização do pinhão no Paraná. A liberação é feita pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP). E você, sabe escolher o melhor pinhão na hora de comprar?

É bem comum encontrar em hipermercados uma enorme quantidade de pinhão misturado, pois nem todas as pinhas amadurecem na mesma época. Para aumentar o volume, os extrativistas arrancam a pinha verde do pé em vez de catar as que estão no chão. Essas pinhas verdes teriam de ficar no pé por mais 30 ou 40 dias para amadurecerem por completo.

LEIA TAMBÉM:

>> Preço de alimentos pode variar até 100% entre supermercados de Curitiba

>> Conta de luz deve cair 20% com a troca para a bandeira verde dia 16 de abril

Para escolher um pinhão maduro e saboroso, veja a cor da casca. Ele deve ser marrom nas pontas e amarelado no restante. Ao apertar, deve ser firme e não ceder à pressão dos dedos.

Além de não ter sabor, o pinhão verde tem um alto teor de água, chegando a 80%, enquanto o pinhão maduro fica entre 30% e 40%. Esta umidade e o alto teor de amido facilita a proliferação de micro-organismos que podem causar danos à saúde.

Flávio Zanette, professor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), comentou que pinhão verde não tem sabor e pode não fazer bem. “O pinhão verde é como uma batata ou banana verde, pois tem amido, é indigesto e não tem sabor. Ele parece uma palha e é bem levinho, quando você aperta, ele parece uma borracha, não é firme”, relatou Flávio.

Pantanal

Juma atira nos pés de Jove

Loterias

Veja o resultado das loterias desta terça-feira!

Inverno Chegou

Veja como será o primeiro dia de inverno em Curitiba

Além da Ilusão

Lorenzo declara seu amor por Letícia