A esposa do superintendente da delegacia de Campo Largo, Marcos Gogola, morto na quinta-feira da semana passada, Maria Rosana de Oliveira, 53 anos, foi internada, por volta das 14h30 de terça-feira, vítima de infarto, na Santa Casa de Misericórdia, em Curitiba. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, ela foi submetida a cateterismo e deve receber alta amanhã. Os médicos disseram que o infarto não resultou em nenhuma sequela e que foi desencadeado por estresse emocional.

Gogola foi assassinado no arrebatamento do preso Dionatan Mendes de Quadro, que ele acompanhava em uma consulta odontológica. Internada, Maria Rosana não pôde comparecer à missa de sétimo dia do marido, celebrada na noite de ontem, na paróquia Sagrado Coração de Jesus, no Água Verde.