Cerca de 25 mil pessoas eram esperadas no Aeroporto do Bacacheri até o fim deste sábado (14), penúltimo dia do Festival Aéreo do Aeroclube do Paraná.

A programação começou por volta das 9 horas, com acrobacias aéreas, paraquedismo, aeromodelismo e exposição de aeronaves, e estava prevista para terminar após a demonstração de um monomotor North-American T-6, marcada para as 18 horas.

O maior público é esperado para este domingo (15), último dia de evento, que contará com uma demonstração da Esquadrilha da Fumaça. O evento tem entrada franca.

Diversão

A base do festival é o Hangar 20, sede do aeroclube, onde foram instaladas barracas de comidas e artigos militares, de aviação e de aeromodelismo.

Em torno dos outros hangares, a maior movimentação acontece perto das aeronaves que estão estacionadas no pátio. Há desde teco-tecos (monomotores) usados para aulas de pilotagem até um avião a jato da empresa Madero, um dos fundos preferidos para selfies. As sessões de fotos dentro de aeronaves da polícia são outro sucesso entre as crianças.

“É um evento bem familiar, há muitas pessoas com suas famílias”, comenta Luciana dos Santos Zanicoski, que foi ao evento acompanhada de Ricardo Perine e dos filhos, Ana Carolina, de 7 anos, e Felipe, de 1 ano e 11 meses. “O evento tem tudo, é tranquilo e tem bastante espaço para as crianças”, complementa Ricardo.

O representante comercial Rodnei Burgos foi com os filhos Rafael e Gustavo, de 5 anos. “É um meio de diversão muito legal para as crianças, uma alternativa para conhecer algo diferente”, diz Rodnei, que ainda não conhecia o aeroclube.

Já o professor de vôlei Alexandro Martins, que foi com o festival com a esposa, Karla, e o filho Arthur, de 3 anos, é frequentador de longa data do Aeroclube. “A gente vem sempre para cá e o Arthur curte bastante”, conta.

Domingo

As famílias pretendem voltar no domingo (15), último dia do Festival Aéreo, quando acontece a atração mais esperada do evento: o show da Esquadrilha da Fumaça, previsto para acontecer por volta das 14h30.

A demonstração do grupo da Força Aérea Brasileira (FAB) será a primeira em Curitiba desde 2012. O hiato aconteceu porque o esquadrão fez uma pausa em suas atividades públicas para se dedicar ao treinamento com os Super Tucanos — modelo que a Esquadrilha passou a usar somente em 2013, depois de 30 anos usando o outro modelo, o Tucano. As demonstrações foram retomadas em 2015.

A previsão é que o primeiro avião da esquadrilha chegue ao Aeroporto do Bacacheri às 10h e os motores sejam acionados para o show às 14h.

Chegue cedo

A demonstração da Esquadrilha da Fumaça tinha previsão de início para às 14h30, mas isso depende das condições do tempo. Mario Tetto Sobrinho, presidente do Aeroclube do Paraná, explica que o grupo não poderá fazer o show se o tempo fechar, porque precisa de visibilidade para fazer as manobras. “Estamos fazendo a dança da chuva”, brinca.

As condições do tempo serão monitoradas nas horas que antecedem a demonstração, que pode ser antecipada e até cancelada.

Por isso, a recomendação é que o público chegue cedo para acompanhar eventuais mudanças na programação e garantir os melhores lugares, já que são esperadas mais de 100 mil pessoas até o fim do evento.

O horário sugerido pela organização é por volta das 9 horas. A partir deste horário, a rua de acesso ao aeroclube, Cícero Jaime Bley, estará bloqueada pelo Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) desde a Av. Prefeito Erasto Gaertner, assim como as adjacentes. Quem for de carro deverá parar nas vias próximas e caminhar alguns minutos.