O cruzamento entre a Avenida Presidente Kennedy e a Rua Desembargador Westphalen, nos limites dos bairros Rebouças com Água Verde, Parolin e Prado Velho, em Curitiba, local de movimento intenso de veículos e pedestres, está recebendo um reforço no sistema de iluminação pública. Os serviços foram iniciados quarta-feira (23) e concluídos nesta quinta (24).

As melhorias são executadas sob a supervisão do Departamento de Iluminação da Secretaria Municipal de Obras Públicas. O ganho de qualidade será proporcionado com a instalação de quatro postes “Duplo T” de doze metros de altura, que possui um braço de dois metros de comprimento e luminárias LED de 130 watts de potência. 

+ Leia também: Explosão de fofura: piazinho de Curitiba imita o “carro do sonho” e viraliza

“Nossa equipe técnica identificou a deficiência nessa esquina. A área era escura devido à distância entre os antigos postes, o que agora foi corrigido para garantir mais segurança a todos que transitam pela região”, diz Rodrigo Rodrigues, secretário municipal de Obras Públicas. 

De acordo com o diretor do Departamento de Iluminação, Tony Malheiros, a carência no local foi melhor percebida após a substituição das luminárias de vapor sódio de alta pressão e metálico da Avenida Presidente Kennedy. Ao todo, 248 equipamentos com tecnologia LED passaram a iluminar a via.

“Colocamos luminárias de LED nesse corredor que liga o Portão ao Rebouças e vice-versa. Saiu a luz amarela e entrou a branca, deixando o déficit da esquina entre Kennedy e Westphalen mais evidente”, explicou Tony Malheiros.

60 mil pontos

O programa de substituição de luminárias de vapor de sódio de alta pressão e metálico por equipamentos com tecnologia LED chegou, entre 2019 e 2020, a 60 mil pontos de iluminação pública de Curitiba. As luminárias de LED são mais eficientes, pois iluminam melhor gastando 50% menos energia; são mais duráveis, com vida útil de 50 mil horas ou seis anos.

+ Veja também: Ruas do Rebouças, em Curitiba, passam a ter cobrança de estacionamento

A modernização do sistema foi acompanhada do recadastramento dos pontos de iluminação pública da cidade, o que contribui para o monitoramento do sistema e facilita a identificação de possíveis problemas relatados pela população por meio da Central 156.