Por causa dos estragos causados pelo temporal de terça-feira (30), a Sanepar suspendeu o rodízio no fornecimento de água em Curitiba e região metropolitana nesta quarta (1.º) e quinta-feira (2). Curitiba foi atingida por um ciclone bomba que, além de estragos em diversos móveis – veja vídeo do telhado de um prédio voando com o vento -, também causou corte de energia elétrica e desabastecimento de água.

Ainda não há previsão de volta da água nos bairros que tiveram o abastecimento cortado por causa do temporal de segunda, já que não há energia elétrica para fazer o bombeamento do sistema. Em Curitiba, os imóveis estão sem luz há mais de 18 horas. Isso afeta a Sanepar, já que boa parte do fornecimento de água é bombado com energia elétrica.

Na manhã desta quarta, a Sanepar informou que 1,1 milhão de pessoas estavam sem água em Curitiba e cinco cidades da Região Metropolitana: Almirante Tamandaré, Lapa, São José dos Pinhais, Colombo e Mandirituba.

Estão sem energia a Estação de Tratamento de Água Miringuava e os centros de reservação de Guarituba Redondo, Campo Comprido, São Braz, Aeroporto, Colônia Farias, Jardim Nezita, Jardim Araçatuba, Lapa, Mariental, Mandirituba, que distribuem água para vários bairros da capital e cidades da Região Metropolitana. Em São José dos Pinhais, também está parada a Estação de Tratamento de Água Cotia.
A orientação é evitar desperdícios.

O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?