Um estudo ligado a pesquisadores da Universidade Federal do Paraná (UFPR) fez um cálculo para descobrir quando 95% da população adulta de Curitiba estará vacinada (já com as duas doses) contra a covid-19, levando em consideração o ritmo atual de imunização, registrado até o último dia 1º.

Professor do Departamento de Física da UFPR e coordenador da Rede Modinterv, Giovani Vasconcelos avalia que Curitiba só terá vacinado 95% dos adultos, com as duas doses, em janeiro de 2022. Vasconcelos leva em conta a estimativa populacional feita pelo IBGE e a quantidade de pessoas vacinadas diariamente até 1º de junho.

+ Leia mais: Curitiba registra mais 27 mortes por covid-19; ocupação em UTIs cai para 97%

Outra data importante apontada pelo estudo é novembro de 2021, quando 75% da população adulta em Curitiba estará vacinada com as duas doses. Entre 70% e 75%, já é possível sentir concretamente os efeitos da vacinação. A Rede Modinterv, responsável pelo estudo, é a Rede Cooperativa de Pesquisa em Modelagem da Epidemia de Covid-19 e Intervenções não Farmacológicas (Modinterv), formada por estudiosos da UFPR e das universidades federais de Pernambuco (UFPE) e de Sergipe (UFS).

Sem calendário

Embora a prefeitura de Curitiba não tenha divulgado um calendário antecipado de vacinação, o governo estadual acredita que é possível vacinar toda a população adulta paranaense, ao menos com uma dose, até o final de setembro.

Parte da população adulta que está entre 18 e 59 anos já foi vacinada em Curitiba, como mostrou a Gazeta do Povo na última quarta-feira (16): por chamada de idade (entre 59 e 53 anos) ou por integrarem grupos prioritários (como trabalhadores da saúde ou professores, por exemplo), mais de 300 mil pessoas entre 18 e 59 anos já foram vacinadas.

+ Veja também: Aifu flagra 212 pessoas em casas noturnas, bares e comércios de Curitiba; uma foi presa

As faixas etárias estão sendo chamadas aos poucos. Depois dos idosos (as pessoas com mais de 60 anos que integram o grupo prioritário), Curitiba segue a chamada a partir dos 59 anos, dos mais velhos para os mais novos. Neste sábado (19) e domingo (20), Curitiba já se prepara para vacinar as pessoas com 52 anos e 51 anos, respectivamente.