O ex-presidiário Rodrigo César Manfron, 32 anos, foi morto a tiros, em frente à Câmara de Campo Magro, no final da noite de segunda-feira. Baleado dentro de um carro, ele foi socorrido por populares, mas morreu a caminho do pronto-socorro. A polícia suspeita que se trate de mais um crime ligado ao tráfico de drogas.

Pelo que foi apurado pelo delegado Erineu Portes, da delegacia de Colombo (que também responde por Campo Magro), Rodrigo trafegava em seu veículo Marea, pela Rua Silvestre Jarek, quando um indivíduo se aproximou num Verona bordô.

“Não sabemos se o homem já chegou atirando ou se os dois conversaram antes dos disparos”, disse. “Há informações que houve troca de tiros, mas não achamos a arma do rapaz morto”.

Tráfico

De acordo com o delegado, Rodrigo já esteve preso por tráfico de drogas e porte ilegal de arma. “Deixou a cadeia há uns três meses”, afirmou Erineu. Testemunhas comentaram que ele seria um dos responsáveis pelo tráfico de drogas no município.

“Tudo indica que esse foi o motivo do crime. No carro dele, encontramos uma peça de Verona, que pode ter sido pega por ele como garantia. Como o atirador estava num veículo do mesmo modelo, pode ter havido desentendimento entre eles”, declarou o delegado. O assassino e o Verona não foram identificados.