Quem estava com Luiz Francis Cândido dos Santos, de 27 anos, na noite deste sábado (15), sequer imaginara o que aconteceria com ele. O rapaz foi morto com vários tiros enquanto estava sentado em uma mercearia no final da Rua Arthur Nepomuceno, no Uberaba.

O crime aconteceu por volta das 19h deste sábado. Segundo testemunhas, Luiz estava com familiares e algumas outras pessoas em uma das mesas da mercearia, que também serve bebidas, quando dois homens chegaram, atiraram várias vezes e o mataram.

Imediatamente, a mercearia foi fechada e Luiz caiu morto encostado na parede do local. Os dois homens fugiram como se nada tivesse acontecido, nem ninguém visto.

“O local estava cheio, com pessoas ao lado do rapaz, outras na rua. Bastante gente viu o crime, mas ninguém quis dar informações para a gente”, contou o tenente Bittencourt, do 20º Batalhão. Ainda de acordo com o policial, os dois assassinos chegaram correndo e vieram pela parte de trás da mercearia.

A dupla, sem falar nada, foi direto em Luiz. Para a polícia, os homens vieram prontos para a execução e estavam certos de que a vítima estaria ali. O rapaz foi morto com quatro tiros, mas os moradores disseram ter ouvido pelo menos seis.

Além das várias pessoas que estavam no local na hora do crime, um familiar de Luiz também teria presenciado tudo. Essa pessoa conversou com os policiais e possivelmente deu informações, mas essas informações não foram repassadas à reportagem do Paraná Online.

O que se sabe, é que Luiz teria se envolvido em uma discussão com alguns homens em outro local e depois foi para a mercearia. Ele morava a menos de 100 metros do local do crime.

“Luiz tinha apenas passagens por lesão corporal, por problemas com a esposa, mas o que motivou o assassinato é um mistério”, disse o tenente. Policiais da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) estiveram no local e procuram agora identificar os suspeitos.

Paraná Online no Facebook