Militares do Exército começaram a ajudar na organização de filas em terminais de ônibus e nas agências da Caixa Econômica nesta quinta-feira (14). O objetivo é evitar aglomerações para barrar o contágio do coronavírus. Os 150 soldados da ação também vão orientar a população e entregar panfletos com informações de prevenção da covid-19. O reforço nas filas vai até 13 de junho, podendo ser renovado.

Só nos terminais, serão 80 soldados que auxiliarão no trabalho no Pinheirinho, Cabral, Santa Cândida, Boqueirão e Centenário das 5h30 às 8h30. Os soldados também ajudarão no período da tarde nos pontos de ônibus na Praça Carlos Gomes e Praça Rui Barbosa, ambas no Centro.

VIU ESSA? – Todos os 75 bairros de Curitiba têm casos confirmados de coronavírus

Já nos bancos, os militares atuarão em 18 agências da Caixa, que vêm registrados filas enormes de pessoa para receber o auxílio emergencial de R$ 600, que se acumulam com beneficiários do Bolsa Família, aposentados e outros clientes. Nos bancos, a ação do Exército será das 7h30 às 12h.

As agências em Curitiba que terão a colaboração dos militares ficam nos bairros Tingui, Capão da Imbuía, Barreirinha, Bairro Alto, Carlos Gomes, Rui Barbosa, Santa Felicidade, Nova Orleans, Pinheirinho, Tatuquara, Capão Raso, Praça do Carmo, Barão do Serro Azul, Marechal Deodoro, Bacacheri, Fazendinha, Osternak e Sítio Cercado.

Prisões

A ação é informativa por parte dos militares, mas se alguém criar algum tipo de confusão ou desordem, a Guarda Municipal será acionada para preender o indivíduo.

LEIA MAIS – Após morte de mãe e filha por coronavírus, Campina Grande do Sul decreta lockdown

“Nossa atividade faz parte de uma campanha de conscientização com distribuição de panfletos. Já as máscaras, que foram produzidas pelos nossos soldados, serão doadas para quem não estiver com ela”, relata a tenente Mariana Figueiredo, da Comunicação do Exército.