Maria Joana Wagner, 43 anos, foi presa no final da tarde de domingo – junto com os filhos Rafael e André Wagner, de 20 e 22 anos – com 960 gramas de maconha em sua residência, na Rua Cláudio Manoel da Costa, no Bom Retiro. O endereço já havia sido denunciado várias vezes ao telefone 181 (Narcodenúncia) da Polícia Militar.

De acordo com o soldado Severian, do 12.º Batalhão da PM, ele e o soldado Delfino patrulhavam a região do Pilarzinho, quando por volta das 18h30 abordaram dois rapazes num veículo, em atitude suspeita, parado em frente à casa da família. Cada um deles estava com pequena quantidade de maconha e apontaram onde compraram a erva.

Os policiais chamaram apoio da Rondas Tático Motorizadas (Rotam) e de outras viaturas da área, para fazer uma abordagem. Além da maconha, localizaram uma balança de precisão e vários apetrechos para embalar a droga.

Maria Joana negou que estivesse traficando drogas. No entanto, afirmou sem dúvidas que a droga e todos aqueles apetrechos eram de seus filhos. A família Wagner e mais três viciados foram levados ao Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac-Sul).