No meio da correria pela busca de álcool gel, um farmacêutico de Curitiba está dando o exemplo. Desde o fim da tarde de terça-feira (17), Maicon Diego Custódio, 33 anos, dono da Hiper Farma no bairro Uberaba, está doando álcool gel para seus clientes. Basta levar um recipiente. A doação é de 50 ml por pessoa.

Mas atenção: não adianta ir na farmácia nesta quarta-feira (18) porque às 12h15 restavam pouco menos de 2 litros, que, segundo o farmacêutico, acabariam em poucos minutos. Sexta-feira (20), Maicon vai comprar mais álcool gel e retomar a doação.

LEIA MAIS – Coronavírus já causa queda de 20% no comércio de Curitiba

O farmacêutico conta que decidiu doar para ajudar a população e também evitar brigas. “Estava uma confusão danada na farmácia, de gente brigando por álcool gel. Aí decidi doar”, explica o farmacêutico.

No total, foram 12 litros de álcool gel doados entre terça e quarta-feira. Na sexta, o fornecedor vai entregar mais álcool à farmácia e Maicon vai repetir a doação. Dos 200 litros que vai receber, 160 litros serão vendidos  e 40 litros serão doados sexta-feira.

ASSISTA! – Médico infectologista tira dúvidas sobre o coronavírus. Veja!

“Muita gente está precisando. É importante ajudar nessa hora. Se todo mundo fizer um pouquinho, é melhor”, afirma Maicon, que deixou de lucrar R$ 460 com o álcool gel doado. “Isso não vai me fazer falta. Sou um abençoado. Vou recuperar com trabalho. Importante que estou fazendo minha parte”, enfatiza.

Agradecimentos e abuso

Maicon conta que a maioria das pessoas agradece e elogia a doação de álcool gel. Mas alguns nem dizem obrigado e ainda querem abusar. “Teve uma senhora que ficou sabendo da doação e veio com um monte de frasquinho para levar o álcool gel. Falei que eram só 50 ml e ficou braba”, diz.

Como prevenir a contaminação por coronavírus

  • Lavar as mãos com frequência/ ou utilizar álcool 70%, principalmente antes de consumir algum alimento;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, higienizar as mãos após tossir ou espirrar;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter ambientes bem ventilados, evitar contato próximo com pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença;
  • Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações;
  • Pessoas com sintomas de infecção respiratória aguda devem praticar etiqueta respiratória (cobrir a boca e nariz ao tossir e espirrar, preferencialmente com lenços descartáveis, e depois lavar as mãos).

Baixe o guia de prevenção para compartilhar!

Imprima esse guia em PDF com informações sobre a prevenção do Coronavírus e outras doenças respiratórias virais: