As feiras de artesanato estão de volta em Curitiba, após serem suspensas no dia 21 de março por causa da pandemia de coronavírus. A primeira a voltar é a do bairro Portão nesta quinta-feira (4). Porém, a mais tradicional feira de artesanato de Curitiba, a do Largo da Ordem, no Centro Histórico, não volta neste primeiro momento, com com vendas apenas pela internet e sem data de retorno.

No total, 12 feiras de artesanato voltam: Portão, Pinheirinho, Cajuru, Água Verde, Juvevê, Passeio Público, Hauer, Sítio Cercado, Santa Quitéria, Tatuquara, Praça 29 de Março e CIC [VER DATAS E ENDEREÇOS ABAIXO]. Além do Largo da Ordem, seguem suspensas as feiras de artesanato do Boqueirão, da Praça da Ucrânia (Mercês), Fazendinha, República Argentina (Água Verde), Jardim Botânico e Bacacheri.

VIU ESSA? – Crise da covid-19 muda dia dos namorados: 37% não vão trocar presentes

Mesmo com as feiras liberadas, a participação dos artesãos é facultativa. Além disso, para voltar às feiras os artesãos terão de seguir medidas de prevenção do contágio da covid-19. Entre elas, a obrigatoriedade de disponibilizar álcool gel 70% para o público, apenas um artesão por barraca e distanciamento de no mínimo 1,5 metro entre as pessoas, entre outras.

“Estamos tomando todas as precauções para que o retorno aconteça de forma segura e para isso pedimos a colaboração dos artesãos e da população para que sigam todas as normas estabelecidas”, pede Tangrian Cunico Santos, Coordenadora das Feiras de Artesanato, no site da prefeitura.

Vendas na internet

O artesão Geison Bezerra, 35 anos, que vende pedras naturais, comemora a volta das feiras, apesar dos bons números que alcançou com as vendas pela internet. Ele atua nas feiras do Pinheirinho, Passeio Público e do Largo da Ordem.

“Assim que coloquei minhas peças na loja virtual dos artesãos da prefeitura começou a dar retorno. Em seguida, criei também uma página no Instagram, mudamos a nossa rotina e os nossos planos. Aos poucos o curitibano vai entender que o novo normal é assim, um pouco nas lojas virtuais e um pouco nas feiras presenciais. E com todas as medidas sanitárias, acredito que será muito bom mesmo”, relata Geison Bezerra.

VEJA MAIS – Quina da Mega Sena 2267 sai pra três sortudos de Curitiba e um do interior do PR

Quem quiser comprar online o artesanato dos feirantes pode acessar o site de vendas das feiras. A vitrine virtual da Feira do Largo da Ordem é de fácil manipulação, com imagens dos produtos dos artesãos. No momento da venda, artesão e cliente negociam diretamente por WhatsApp.

Feiras que voltam a funcionar

Portão 
Local: Praça Desembargador Armando Carneiro / Terminal do Portão
Dia da semana: Quinta-feira
Horário: 10h às 17h

Pinheirinho
Local: Rua da Cidadania Pinheirinho
Dia da semana: Sexta-feira
Horário: 10h às 17h

Cajuru 
Local: Rua da Cidadania do Cajuru
Dia da semana: Sexta-feira
Horário: 17h às 22h

Água Verde
Local: Rua Professor Brasílio Ovídio da Costa
Dia da semana: Sábado
Horário: 9h às 15h

Juvevê
Local: Rua Alberto Bolinger / Próximo ao Estádio Couto Pereira
Dia da semana: Sábado
Horário: 8h às 13h


Passeio Público
Local: Passeio Público
Dia da semana: Sábado
Horário: 8h às 13h

Hauer
Local: Rua Miguel Poholink / Passarela do Hauer
Dia da semana: Sábado
Horário: 8h às 13h

Sítio Cercado
Local: Rua Contenda / Próximo ao Terminal Sítio Cercado
Dia da semana: Sábado
Horário: 10h às 17h

Santa Quitéria
Local: Praça Dr. Francisco Azevedo de Macedo
Dia da semana: Sábado
Horário: 8h às 13h

Tatuquara
Local: Av. Pero Vaz de Caminha / esquina com Rua Enette Dubard
Dia da semana: Sábado
Horário: 10h às 17h

29 de Março
Local: Praça 29 de Março
Dia da semana: Domingo
Horário: 8h às 13h


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?