Mais uma festa clandestina foi fechada por agentes de segurança pública na região de Curitiba, neste fim de semana. A confraternização, que era realizada em uma chácara de Piraquara, na região metropolitana da capital, foi encerrada por equipes da Polícia Militar, na madrugada deste domingo (6). No local havia cerca de 200 pessoas.

LEIA TAMBÉM – GM “enquadra” 122 pessoas em festa clandestina e fecha 6 estabelecimentos; veja vídeo do flagra

A PM chegou até a festa após receber uma denúncia de pertubação de sossego pelo 190. Encaminhada para a delegacia, a dona da chácara assinou um termo circunstanciado, por descumprir as regras do decreto estadual 6294, publicado na última quinta-feira (2), que impôs toque de recolher nos municípios do Paraná e proibiu a venda de bebidas alcoólicas após às 23h, além de restringir aglomerações com grupos de mais de 10 pessoas.

Na mira das autoridades

Na madrugada de sábado (5), outra festa clandestina, que acontecia em uma casa de festas na avenida Marechal Floriano, no Hauer, acabou após a chegada da Guarda Municipal de Curitiba. Denunciado pela central 153, o evento contava com a presença de 122 pessoas, muitas delas, sem máscara.

LEIA TAMBÉM – Domingo sem Feira do Largo da Ordem: nova suspensão cai como bomba entre os feirantes

Por conta do agravamento da pandemia e da publicação dos novos decretos estadual e municipal, a Secretaria de Defesa Social e a Guarda Municipal estão monitorando as festas ilegais marcadas para este final de semana em Curitiba.

Os promotores de eventos e os proprietários dos locais que sediarem as festas correm risco de serem acusados de crime sanitário, por estimular a propagação do coronavírus.

Bandeira laranja

Na última sexta-feira (4), a Prefeitura de Curitiba publicou novo decreto, ampliando as restrições para circulação de pessoas e funcionamento de atividades, e manteve a bandeira laranja (risco médio). Entre as medidas, está o fechamento aos domingos do comércio, supermercados, restaurantes e parques. As novas regras entraram em vigor no sábado (5) e são válidas por 14 dias.