Uma festa rave com cerca de 70 pessoas foi interrompida na noite de sábado (20), em uma chácara de São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, após a Guarda Municipal do município (GM) receber uma denúncia por telefone. Segundo a postagem no Facebook feita pela página oficial da GM do município, a aglomeração ocorria no bairro Borda do Campo, na mansão da chácara. De acordo com a denúncia, a festa clandestina com música eletrônica cobrava R$ 500 o ingresso. A GM diz que monitora esse tipo de evento na pandemia de coronavírus (covid-19). Festas estão proibidas na cidade, por decreto. O Paraná também decretou toque de recolher das 20h às 5h. 

LEIA AINDA – “Olimpíada” com cães pitbull é interrompida pela polícia em Curitiba após denúncia de aglomeração

Conforme as informações divulgadas, várias viaturas da Guarda Municipal se deslocaram para a chácara e deram o flagrante do descumprimento das medidas de saúde contra o coronavírus. No local, 32 pessoas foram encaminhadas em um ônibus do município até o Juizado Especial Criminal (Jecrim). Conforme aponta a postagem, os agentes acreditam que no mínimo 40 pessoas conseguiram fugir do local, no momento em que as equipes chegaram.

VIU ESSA? Sementes misteriosas vindas da China oferecem risco ambiental, confirmam análises

Na mesma publicação, a GM de São José dos Pinhais pede à sociedade “que respeitem o decreto de isolamento e não promovam festas”. A GM também informa que as fiscalizações vão continuar.

GM de SJP na festa rave clandestina
Guarda Municipal de São José dos Pinhais encerrou a festa. Foto: Reprodução/ Facebook