A Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) especial para fiscalizar o cumprimento do decreto direcionado a medidas de combate ao coronavírus notificou e fechou nove estabelecimentos em Curitiba neste fim de semana. Na sexta-feira (11), a fiscalização terminou uma festa no Umbará intitulada “Pagode magia”, com 450 pessoas.

Quando os guardas chegaram, o organizador e os seguranças do local fugiram. Os convidados foram orientados e dispersados. Na sexta, a Aifu ainda fiscalizou cinco estabelecimentos, e três deles foram interditados: um bar no Centro Cívico, uma lanchonete e bar no Umbará e um bar no Uberaba que também foi notificado por comércio irregular. Os fiscais também notificaram uma lanchonete no Batel.

LEIA TAMBÉMAuto de Natal drive-in estreia no Jardim Botânico nesta segunda

No sábado, durante ação da Aifu Covid, 15 estabelecimentos, de diferentes bairros, foram fiscalizados. Dois bares foram fechados por descumprirem o Decreto 1640/2020: um bar e lanchonete no Alto da Rua XV e outro bar e restaurante no Uberaba que também recebeu notificação por comércio irregular. O decreto suspende temporariamente a atividade em bares. Restaurantes e lanchonetes podem funcionar até às 22 horas.

Outros 11 estabelecimentos que haviam recebido denúncias estavam fechados, sem atividade, no momento da fiscalização.

Restaurantes interditados

Durante a Aifu Covid de domingo (13) as equipes vistoriaram 19 estabelecimentos e quatro foram interditados: um restaurante e churrascaria no Alto da Rua XV, um restaurante no Batel, um bar e comércio varejista de bebidas no Boqueirão e um comercio varejista de alimentos de animais e pet shop no Rebouças. Outros 13 estabelecimentos que estavam no roteiro da ação, a partir da denúncia apresentada pela população, estavam fechados, sem atividades no momento da vistoria dos fiscais.

Segundo o decreto em vigência, restaurantes e lanchonetes estão autorizados a funcionarem aos domingos apenas nas modalidades delivery e drive trhu. Bares ficam com as atividades suspensas. Já o comércio de rua tem autorização apenas para a modalidade delivery.

Decreto suspende reuniões e eventos

O decreto em vigor suspende a realização de eventos, comemorações e confraternizações, que envolvam contato físico e causem aglomerações com grupos de mais de dez pessoas, em espaços de uso público ou de uso coletivo, localizados em bens públicos ou privados. As confraternizações ou encontros devem se restringir a pessoas do mesmo grupo familiar, ou seja, que convivem no mesmo lar ou residência.

 A averiguação à adequação das medidas sanitárias estabelecidas no decreto considera a necessidade de restringir a circulação na cidade cuja situação é de Risco Médio de Alerta – Bandeira Laranja.

As ações aconteceram em duas frentes: Aifus Covid, com a participação de fiscais da Secretária Municipal do Urbanismo, Guarda Municipal, Polícia Militar e Corpo de Bombeio e as inspeções realizadas pela Vigilância Sanitária, com o apoio da Guarda Municipal.