Fiscalização da prefeitura de Curitiba multou e guinchou motos e táxis na Praça Tiradentes, no Centro, na manhã desta terça-feira (5). No total, 47 multas foram aplicadas em 109 abordagens. Foram guinchados 21 motos e um táxi. O alvo da blitz, feita por agentes da Superintendência de Trânsito (Setran), Guarda Municipal e Urbs (empresa municipal que gerencia o transporte público) era o serviço irregular de moto frente.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

O táxi foi guinchado porque estava com o licenciamento de 2018 atrasado. Já a maioria das motos foram recolhidas por problemas no licenciamento obrigatório. Uma delas foi removida por mau estado de conservação e outra por estar com a placa ilegível.

A fiscalização causou bastante corre-corre no entorno da Praça Tiradentes. Para fugir dos agentes, muitos motociclistas tentaram escapar pela via exclusiva de ônibus em frente à Catedral de Curitiba. Entretanto, a Guarda Municipal estava posicionada para impedir a fuga.

Veículos sem licença para trabalhar com serviço de motofrete em Curitiba foram alvos de fiscalização conjunta deflagrada pela Superintendência de Trânsito (Setran), Urbs (Urbanização de Curitiba S/A) e Guarda Municipal. Foto: Divulgação
Veículos sem licença para trabalhar com serviço de motofrete em Curitiba foram alvos de fiscalização conjunta deflagrada pela Superintendência de Trânsito (Setran), Urbs (Urbanização de Curitiba S/A) e Guarda Municipal.
Foto: Divulgação

A Urbs tem cadastrado no serviço de motofrete 3 mil motociclistas. O cadastro pode ser feito de segunda a sexta-feira, das 12h30 às 16h30 na sede da Urbes na rodoviária. A ficha de cadastro pode ser impressa antecipadamente pela internet, para ser levada já preenchida e tornar mais rápido o atendimento. A relação de documentos pode ser conferida no site da Urbs.

Corpo de mulher é encontrado carbonizado dentro de casa alagada, na Grande Curitiba