O fotojornalista Eduardo Matysiak, responsável pelas imagens que mostram o ônibus do empresário Luciano Hang estacionado em local proibido em Curitiba, vem sofrendo com ataques de bolsonaristas e do próprio Luciano Hang pelas redes sociais. O dono das lojas Havan foi multado pela Superintendência de Trânsito (Setran) na madrugada de quinta-feira (07) por estar em um local destinado para carga/descarga na Avenida Sete de Setembro, esquina com a Ângelo Sampaio.

O véio da Havan fez um post em tom de denúncia, acusando Matysiak de perseguição. “Olhando as redes sociais do fotojornalista fica claro que ele tem lado: um militante de esquerda! Até já twittou sobre mim em outros momentos… Eduardo Matysiak é um profissional nada imparcial, que age por suas ideologias e opiniões pessoais. Fico me perguntando se fosse um ônibus vermelho, com militantes da esquerda. Será que ele denunciaria da mesma forma? Seria então perseguição?”, publicou Luciano Hang.

LEIA TAMBÉM:

>> Ônibus de Luciano Hang é multado em Curitiba. “Um saco de multas, na próxima venho de helicóptero”

>> Tempestade deixa bairros sem luz, sem água e causa transtornos em UPA de Curitiba

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Luciano Hang (@lucianohangbr)

Em entrevista à Revista Fórum, o fotojornalista disse que irá processar Hang. “Eu estava ali fazendo o meu trabalho”, defendeu Matysiak. O advogado do profissional também enviou nota à revista, dizendo que o fotógrafo está bem abalado emocionalmente e ressaltou que vai proceder com medidas cabíveis na Justiça.

Pantanal

Juma atira nos pés de Jove

Loterias

Veja o resultado das loterias desta terça-feira!

Inverno Chegou

Veja como será o primeiro dia de inverno em Curitiba

Além da Ilusão

Lorenzo declara seu amor por Letícia