A onda de frio que se aproxima de Curitiba nesta semana deve fazer as temperaturas despencarem, o que pode prejudicar o medidor de água. As baixas temperaturas favorecem o congelamento da água dentro dos canos, fazendo com que eles estourem. Além de transtornos para a Sanepar, que precisa substituir os hidrômetros, o cliente também é prejudicado, pois pode ocorrer problemas com vazamentos e ficar sem água até que o equipamento seja trocado.

LEIA TAMBÉM:

>> Ciclone extratropical derruba estátua da Havan e rede faz piada com Cabo Daciolo

>> Curitiba tem manhã mais fria do ano nesta segunda-feira. Sensação térmica chega aos 4ºC

Para evitar que o hidrômetro seja danificado, a sugestão da Sanepar é proteger o medidor de água com uma caixa de papelão, plástico, lona ou madeira. Podem ser usados outros tipos de materiais que impeçam o acúmulo de gelo sobre o hidrômetro e o encanamento, desde que não fiquem em contato direto com a estrutura. O material deve ser de fácil remoção para que o leiturista faça a medição.

Segunda-feira gelada!

O inverno começa oficialmente no dia 21 de junho, mas as baixas temperaturas estão sendo registradas em todo o Paraná. De acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar), nesta segunda-feira (24) foi registrada a menor temperatura do ano em muitas cidades. Em pelo menos 14, a semana começou abaixo de 4º C. Com frio intenso e previsão de geada, a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) lembra os clientes que os cuidados com o hidrômetro são ainda mais necessários.