Uma idosa de 73 anos ficou ferida ao ser atingida por objetos atirados do 13.º andar de um prédio na tarde de domingo (11), em Curitiba. Ela participava da Marcha da Família Cristã, que percorreu as ruas da capital com carro de som, bandeiras e cartazes em defesa da família e do presidente Jair Bolsonaro, após decisão que permite estados e municípios suspender a realização de cultos e missas na pandemia de coronavírus (covid-19). Uma mulher de 53 anos foi levada para a delegacia como suspeita de ter atirado os objetos.

LEIA MAIS – Morte de professora de Curitiba por covid-19 comove alunos e redes sociais

Segundo a Polícia Civil (PCPR), frutas e saco de gelo foram arremessados quando o grupo passava pela Avenida Visconde de Guarapuava. A idosa precisou ser atendida no local, pois caiu e feriu a cabeça na calçada, quando os objetos a atingiram. Depois, ela foi encaminhada ao Hospital Evangélico Mackenzie.

Frutas e gelo foram jogados de um prédio. Foto: Colaboração

Pelas redes sociais, manifestantes que acompanharam o caso informaram que a idosa ferida teve alta por volta das 22h do domingo.

VIU ESSA? PM do Paraná faz refém no aeroporto de Guarulhos, diz que tem uma bomba e é detido pela PF

A PCPR informou que a mulher suspeita de atirar os objetos foi presa em flagrante. Ela deve responder por tentativa de homicídio. Até a manhã desta segunda-feira (12), segundo a polícia, a suspeita seguia presa.