Quinze adolescentes foram apreendidos na tarde desta quarta-feira (21) por ‘furar a catraca’ do transporte coletivo em Curitiba. A ação, feita pela Guarda Municipal e acompanhada por fiscais da Urbs, foi no bairro Juvevê. Ações dessa natureza se intensificaram no final do último ano, quando os jovens ainda estão em atividade escolar. Para tentar coibir a prática, foi aprovada uma lei, que ainda não entrou em vigor.

Segundo informações da secretaria, a ação foi planejada após adolescentes, entre 14 e 17 anos, serem flagrados entrando sem pagar a tarifa no tubo Moysés Marcondes, que fica na Avenida João Gualberto.

Os 15 jovens foram encaminhados pela Guarda à Delegacia do Adolescente para assinar o boletim de ocorrência circunstanciado. Eles só são liberados com a presença de pais ou responsáveis. Com dois deles, haviam pequenas quantidades de maconha.

“Esse tipo de ação atua em duas frentes, de combater um delito e também diminuir o rombo nos cofres públicos, uma vez que esse tipo de prática onera o preço da tarifa”, afirmou o secretário da Defesa Social e Trânsito, Guilherme Rangel.

Guardas prendem 23 “fura-catraca” em operação na linha Alferes Poli

Sem dó nem piedade