Uma quadrilha de idosas está provocando dor de cabeça nos proprietários de uma farmácia localizada na Avenida Manoel Ribas, bairro Santa Felicidade, em Curitiba. Sem levantar suspeitas, as “vovós” têm praticado diversos furtos e causado prejuízo aos lojistas, já que, na hora de furtar, não escolhem qualquer coisa.

Segundo a proprietária da farmácia, Yasmin Ferreira, 27, o grupo começou a agir no começo desse mês e, até agora, já praticou três furtos em dias e horários diferentes. “Elas chegam discretas e bem vestidas, não tem como suspeitar. São senhoras de idade que chegam como quem não quer nada e fazem de conta que estão olhando os produtos. Só descobri que isso estava acontecendo graças às câmeras de segurança”, conta.

Com predileção pelos itens de perfumaria, ao todo, as mulheres já roubaram quase R$100 em cremes, tinturas e produtos para cabelo. Nas imagens das câmeras de segurança, cedidas com exclusividade à Tribuna do Paraná, é possível ver como o grupo age na hora de furtar. Com movimentos discretos, as senhoras surrupiam os produtos escondendo-os em bolsas ou sob os casacos.

De acordo com a empresária, a farmácia não é o único estabelecimento que tem sido alvo da “quadrilha das vovós”. “Numa loja próxima uma delas chegou a ser pega furtando mas não aconteceu nada. Um tempo depois a mesma mulher voltou à mesma loja pra roubar mais. É um absurdo. Elas se aproveitam da aparente fragilidade para explorar a boa vontade dos comerciantes”, desabafa.

https://tribunapr.uol.com.br/noticias/curitiba-regiao/homem-pula-do-carro-em-movimento-para-evitar-prisao/