O calor da tarde de ontem motivou Fernando César dos Santos, 12 anos, e alguns colegas da mesma idade, a matar aula para se refrescar no canal extravasor, em Piraquara.

Mas, o que era para ser diversão terminou em tragédia. Fernando não sabia nadar e se afogou. Os bombeiros suspenderam as buscas na noite de ontem e devem retomá-las hoje. O garoto morava com a família no Guarituba.

Miguel Aparecido Alves, 40 anos, pescava por volta de 14h40, quando viu duas crianças se afogando. “Pulei na água e consegui salvar uma menina”, contou. Ele tentou resgatar o garoto, mas o menino foi levado pelas águas.

Alerta

O sargento Silva, dos bombeiros, disse que o fundo do canal tem muitos buracos e troncos. Para ele, o caso deve servir de alerta. “Tem lugar com 1,5 metros de profundidade, mas você anda alguns passos e encontra região com 5 metros”, explicou.

A mãe dele, Samara dos Santos Kremer, 30, esperava por uma boa notícia sentada na ambulância do Siate, com o marido Samuel Kremer, 29, padrasto de Fernando. “Ele é um garoto bonzinho, que nunca me deu trabalho”, disse a mulher, aos prantos.