Em vídeo postado nas redes sociais, após a prefeitura de Curitiba decretar a volta da bandeira laranja a partir da próxima segunda-feira (5), o prefeito Rafael Greca (DEM) disse que os 23 dias de lockdown foram suficientes para aliviar a pressão do sistema de saúde da capital. “Caíram os casos e os índices de retransmissão“, disse Greca. Segundo a prefeitura, quando as medidas severas de isolamento social foram decretadas em março, o número de pacientes positivados pelo novo coronavírus (covid-19) chegou a ser de 1,5 mil novos casos diários. O prefeito espera a “cura plena” para os próximos meses, a partir de abril, com a vacinação.

LEIA MAIS – Fim do “lockdown”: Curitiba volta para bandeira laranja na segunda-feira

Segundo publicou Greca, o índice de retransmissão que era de 1,41 quando a bandeira vermelha foi decretada em Curitiba, caiu pela metade, ou seja, está calculado em torno de 0,73 a 0,77. Esse índice é um dos fatores que são levados em consideração para a atualização dos chamados decretos da pandemia. 

No vídeo, Greca também comemorou os índices. “Nós conquistamos, após 23 dias de severo isolamento social, o livramento dos serviços de saúde do sufoco de mais de 1,5 mil casos por dia (…). Nós juntos, cidade inteligente que somos, derrubamos de 1,41 o índice de retransmissão do coronavírus pela metade. Isso significa que a pandemia está cedendo“, destacou o prefeito.

LEIA AINDA – Mais da metade dos idosos de Curitiba já foram vacinados contra covid-19

Apesar de celebrar os resultados recentes, Greca ainda pediu apoio da população para o que ele chamou de “um longo percurso até o tempo de cura”. “Intensifiquem a lavagem de mãos, o álcool em gel, o uso da máscara. E intensifiquem, também, os cuidados de distanciamento respiratório e isolamento social. Isto feito, com a vacinação, abril ou maio nos trarão, com certeza, a cura plena deste flagelo”, finalizou o prefeito, desejando uma Feliz Páscoa para a população.