O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, cogita interromper a gratuidade de ônibus para idosos em alguns períodos do dia para tentar manter as pessoas mais velhas em casa durante a pandemia do coronavírus. Mesmo sendo o grupo de risco mais ameaçado de contágio, a Urbs, empresa municipal que gerencia o transporte coletivo, contabilizou aumento no número de passageiros idosos no transporte coletivo nos últimos dias.

A proposta de Greca, que ainda é avaliada pela prefeitura, pretende manter o passe gratuito somente das 10h às 16h. “Não sei se tenho o direito legal de fazer isso, mas é uma recomendação que sai do meu coração”, citou o prefeito em entrevista ao canal do Youtube da jornalista Leda Nagle.

LEIA TAMBÉM – Após morte, funcionários de mercados temem mais confusões por máscaras

A preocupação em diminuir o trânsito de idosos pelo transporte coletivo veio após o prefeito checar a quantidade de passageiros de embarque e desembarque na planilha da Urbs. “Ontem [quarta] olhei a estatística de embarque e desembarque e andaram de ônibus cerca de 340 mil pessoas, 30 mil eram idosos, a turma que anda de graça”, disse o prefeito na entrevista.

A chegada do inverno preocupa ainda mais o prefeito, já que os idosos são também as grandes vítimas de outras doenças respiratórias, não só a covid-19. Por isso ele pensa em restringir o trânsito de idosos para perídos não tão frios do dia.

“De manhã cedo é a friagem, há sereno, há geada, às vezes há garoa, garoa da serra, muito forte. Mais tarde também há sereno e tem friagem. Então se tiverem que ir e vir, para pegar a aposentadoria, fazer algum exame, fazer algum exame nas áreas centrais, que o façam enquanto o sol está brilhando”, pede. 

VIU ESSA? – Padre Reginaldo Manzotti fará celebração drive thru e live para o Dia das Mães

O prefeito ressaltou que as propostas visam o bem coletivo da população “É muito importante que compreendam que é um ato de amor, um ato de proteção à vida. Não se ouvirá dizer de alguém que tenha seguido as recomendações sanitárias que fique doente”, alertou.