A criação de um protocolo conjunto de regras de enfrentamento à covid-19 foi proposta pelo prefeito Rafael Greca (DEM), em uma videoconferência com a Associação de Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) e secretários estaduais, na última sexta-feira (15). Em Curitiba, segundo boletim mais recente, são 841 casos confirmados na capital e 33 mortes.

As orientações de isolamento são de extrema importância e devem ser cumpridas na medida do possível, além do uso de máscaras. Para se ter uma ideia do perigo que é o coronavírus, os casos da cidade aumentaram depois do feriado de 1º de Maio, quando muitas pessoas quebraram o isolamento social.

“A Grande Curitiba é uma só e este protocolo conjunto deverá ser baseados em estudos científicos, nacionais e internacionais, além das recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das secretarias estadual e municipais”, disse o prefeito Rafael Greca. A criação do protocolo de regras iria ajudar os municípios a estabelecerem normas específicas para o combate da covid-19, bem como uma direção para seguir em uma futura flexibilização do isolamento social, dependendo dos casos.

E no ônibus, como fica?

Ainda mais polêmico em tempos de coronavírus, a situação da lotação no transporte coletivo foi tratada no encontro. Passageiros denunciaram à Tribuna o medo que sentem em trafegar nos ônibus lotados em plena pandemia.

Os secretários estaduais de Saúde, Desenvolvimento Urbano, Planejamento, além da Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) defenderam que medidas adotadas em Curitiba sejam estendidas para outras cidades da região, como marcação de distância nos terminais e o trabalho de orientação aos passageiros feito por fiscais da Urbs, pela Guarda Municipal e por militares do Exército.

A situação do Coronavírus na RMC preocupa, tanto que Campina Grande do Sul decretou lockdown após a morte de mãe e filha na cidade, além da barreira sanitária aplicada em Agudos do Sul.


A Tribuna precisa do seu apoio! 🤝

Neste cenário de pandemia por covid-19, nós intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise.

Porém, o momento também trouxe queda de receitas para o nosso jornal, por isso contamos com sua ajuda para continuarmos este trabalho e construirmos juntos uma sociedade melhor. Bora ajudar?