O prefeito de Curitiba Rafael Greca (DEM) se recupera bem da cirurgia a que foi submetido na manhã de quinta-feira (28). Nesta sexta-feira (29), ele deve deixar a UTI e ir para um quarto do Hospital Marcelino Champagnat.

No fim da manhã desta sexta, o estafe do prefeito vai divulgar um boletim médico. Greca não passou o mandato ao vice Eduardo Pimentel e vai despachar do quarto do hospital enquanto estiver internado.

Leia + Sábado é dia de vacina contra o sarampo: público-alvo são jovens adultos

O prefeito passou pela cirurgia após sentir um desconforto abdominal. Exames apontaram uma hérnia na parede do abdômen. A cirurgia foi eletiva – ou seja, sem caráter emergencial.

Segundo o médico-cirurgião Marco Aurélio De George, que fez o procedimento, a cirurgia foi tranquila, sem nenhuma intercorrência, já que não havia nenhuma infecção no local. “O prefeito já está sentando em seu leito, conversando bastante, bem lúcido”, afirmou o médico em entrevista quinta-feira.

Terceira cirurgia

Esta é a terceira cirurgia a qual Greca é submetido desde que assumiu a prefeitura em 2017.  Há quase um ano, em dezembro de 2018, Greca ficou uma semana internado depois de cirurgia de emergência. Após uma indisposição alimentar, os médicos constataram a existência de uma hérnia umbilical estrangulada que prendia um pedaço do intestino delgado.

Em 2 de janeiro de 2017, logo apos assumir a prefeitura, Greca também precisou ser internado. Na época, o prefeito teve um problema pulmonar. Ele ficou alguns dias internado .

 

Loja de couro é completamente destruída por incêndio no Centro de Curitiba