Nesta segunda-feira (20), a Guarda Municipal de Curitiba flagrou uma atitude bastante perigosa em Santa Felicidade. Uma equipe do núcleo regional, em patrulhamento pela avenida Fredolin Wolf, próximo ao Parque Tingui, viu a condução agressiva de quem estava à frente da moto, oferecendo risco a pedestres, ciclistas e outros veículos.

O condutor da moto não obedeceu à ordem de parada dos guardas e tentou fugir sentido Almirante Tamandaré. Os guardas conseguiram abordar o motociclista já no bairro Tanguá. Na abordagem, a equipe verificou que o condutor era um adolescente de 16 anos (sem permissão para dirigir).

LEIA TAMBÉM:

>> A morte e o renascimento da “casa do riso” de Curitiba. Comedy Club vai voltar!

>> Congestionamento mesmo curto expõe a altas doses de poluição e traz riscos à saúde

Além do condutor ser um adolescente, o veículo acumulava R$ 10,5 mil em débitos. Deste total, R$ 10 mil eram de multas diversas que demonstram um histórico de atitudes imprudentes, com infrações de trânsito por ter sido flagrado praticando manobra perigosa e dirigindo na contramão.

A maioria das multas, entretanto, se referia a excesso de velocidade. A moto ainda estava sem placa: o equipamento obrigatório encontrava-se no banco do veículo, sem visibilidade. O proprietário da moto foi autuado por cinco infrações: conduzir veículo registrado que não esteja devidamente licenciamento, conduzir veículo sem habilitação, permitir posse ou condução do veículo a pessoa sem habilitação, conduzir veículo com a placa violada ou falsificada e pelo mau estado de conservação.

O veículo foi guinchado até o pátio da Superintendência de Trânsito (Setran) e o adolescente liberado para a mãe.

Pantanal

Zuleica não aceita morar na fazenda com os filhos

Além da Ilusão

Davi expulsa Iolanda de casa

Novidades da Netflix

Filmes e séries que chegam à Netflix nesta semana

Estreia da semana

5 curiosidades sobre “O Telefone Preto”