O guarda municipal Jônatas Joaquim da Silva, companheiro da vereadora Fabiane Rosa (PSD), foi dispensado da função gratificada de coordenador de projetos I, que ocupava desde maio. A Portaria 1.689, que o retira da função, consta da edição desta terça-feira (1º) do Diário Oficial do Município e retroage ao dia 20 de agosto. O ato é assinado pelo secretário municipal de Administração e de Gestão de Pessoal, Alexandre Jarschel de Oliveira.

LEIA TAMBÉM – Emocionado, Deltan Dallagnol diz que deixa Lava Jato por causa da saúde da filha. Assista!

Silva é alvo de duas sindicâncias instauradas pela Corregedoria da Guarda Municipal. A primeira apura sua possível participação em um esquema de “rachadinhas” no gabinete de Fabiane – motivo pelo qual também foi denunciado à Justiça pelo MP. A segunda investiga o uso indevido de imagens de câmeras públicas do município, conforme mostrou a Gazeta do Povo no último dia 19. Desde que os procedimentos foram iniciados, Silva ainda não foi ouvido. No momento, ele encontra-se em período de férias.