Um haitiano levou um tiro na perna disparado por policiais, na noite desta sexta-feira (08), na Rua Manoel Ferreira da Silva, na Vila Guaíra, em Curitiba. O rapaz de aproximadamente 30 anos teria “partido” para cima de policiais militares e por isto foi alvejado após várias tentativas de tentar solucionar o problema .  O haitiano foi encaminhada ao Hospital Cajuru e seu estado é estável.

Segundo informações, a Policia Militar foi chamada para atender a ocorrência de maus tratos com crianças. Ao chegar à residência, o haitiano teria resistido aos pedidos das autoridades, até mesmo por não entender completamente a língua p

Foto: Lineu Filho/Tribuna do Paraná.
Foto: Lineu Filho/Tribuna do Paraná.

ortuguesa. O bate boca só aumentou a tensão com o passar do tempo. Ao tentar ir em direção ao policial, o haitiano levou a pior.

“Ele teve uma fratura de fêmur com grande perda de sangue. Vale ressaltar que teve a ajuda de um policial do Bope que colocou um torniquete e impediu que o sangramento progredisse até a chegada do Siate”, ressaltou o médico Marcio Nogarolli.

Vizinhança

Apesar da reclamação de alguém que gerou a chamada da PM, a maioria dos vizinhos estranhou o que ocorreu. O haitiano é bem quisto por populares e não teria se envolvido em confusões anteriormente. Segundo a assessoria da PM, o haitiano ameaçou fisicamente os policiais com uma faca e tentou pegar a arma durante uma luta corporal. Além disto, desobedeceu todas as medidas de abordagens realizadas ela equipe.

*Com informações do repórter fotográfico Lineu Filho.

Casal a caminho de ação social cai de Harley-Davidson no Tarumã