Um helicóptero caiu por volta das 15h15 desta sexta-feira (17) em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Segundo a Polícia Militar, o acidente aconteceu no bairro Estação, próximo à rotatória da PR-423 e Avenida das Nações, onde deixou quatro pessoas feridas, uma em estado grave e três com ferimentos moderados, sem risco de morte.

A Guarda Municipal de Araucária foi a primeira a chegar no local, onde duas ambulâncias e também o Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) atenderam as vítimas rapidamente. Os helicópteros da Polícia Civil e da Polícia Militar também auxiliaram na ação, e uma das vítimas foi transferida ao hospital em uma das aeronaves.

De acordo com o capitão Nelson Stocchero, o helicóptero efetuou um pouso forçado por motivos ainda desconhecidos. “O que sabemos é que o piloto foi muito feliz porque conseguiu passar pelo meio dos postes e fios de luz, passar pela área de moradias e aterrissar na parte do canteiro. Isso evitou que o acidente fosse ainda pior”, informou.

Ainda segundo ele, esse é o primeiro acidente aéreo registrado na cidade e testou a eficiência das equipes locais. “Não me lembro de nenhum outro acidente assim em nossa cidade, mas estamos preparados. Chegamos rapidamente,  isolamos o local e demos todo o suporte para o atendimento das vítimas”, finaliza.

A identificação dos feridos não foi divulgada, mas o Corpo de Bombeiros confirmou que são quatro homens entre 30 e 40 anos. Dois deles foram encaminhados ao Hospital Nossa Senhora do Rocio, um para o Hospital Evangélico e a vítima em estado mais grave chegou inconsciente no Hospital do Trabalhador.

No final da tarde, a Prefeitura de Araucária informou que a empresa proprietária do helicóptero que caiu, Icaraí Táxi Aéreo, não pertence mais ao prefeito Hissam Hussein Dehaini (PPS), assim como o helicóptero, “que foram vendidos há 3 anos”. Ele esteve no local do acidente acompanhando o trabalho dos socorristas.

Vídeo

Veja a entrevista com o capitão Nelson Stocchero: