Ruas desertas no centro de Curitiba nesta sexta-feira (28). Quem precisou utilizar ônibus na capital acabou sendo afetado diretamente pela greve geral, realizada em todo o Brasil. Muita gente tentou chegar ao trabalho, mas as dificuldades foram imensas.

Nenhum ônibus circulou. O dia 28 de abril de 2017 deixou uma sensação de vazio nas ruas centrais. Parecia feriado. O repositor Francisco da Silva Lara Neto saiu de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba, e caminhou até o centro da capital por cerca de duas horas. Foram mais de 15 quilômetros. Tudo pelo seu trabalho. Tudo para “não ser demitido por justa causa”.

Francisco levou cerca de duas horas para chegar ao centro. Foto: Reprodução.
Francisco levou cerca de duas horas para chegar ao centro. Foto: Reprodução.

LEIA MAIS: Veja qual a melhor opção pra voltar pra casa

“Eu tive que ir de a pé. Eu uso o transporte público para trabalhar e foi bem complicado ir trabalhar. Eu tive que sair bem mais cedo pra chegar antes e ainda poder descansar antes do trabalho”, disse o jovem.

“Se eu não chegar ao trabalho eu posso ser mandado embora. Pra voltar para casa eu vou ver se pego um táxi, senão vai ser complicado”, lamentou Francisco. Por meio de sua assessoria de imprensa, o Sindicato dos Motoristas e Cobradores de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Sindimoc) destacou que os ônibus voltam a transitar pela capital a partir da meia-noite.