Um homem foi morto a facadas e arrastado até a Rua Paula Gomes, no Centro de Curitiba, na noite de quinta-feira. O corpo só foi encontrado por volta das 7h desta sexta-feira, escondido atrás de um carro.

A equipe do Instituto de Criminalística conseguiu descobrir indícios de que a vítima foi morta dentro do terreno do Instituto Luso Brasileiro. Uma das peças do imóvel, que está fechado, teria sido ocupada por um casal ou por duas mulheres, e era freqüentada por usuários de drogas.

O homem foi atingido com várias facadas profundas no pescoço. Depois de morto, ele foi abandonado em um trecho ermo da rua, perto de um veículo. Os assassinos tentaram ocultar o crime e jogaram na Rua Trajano Reis um colchão e outros objetos sujos de sangue. Eles ainda tentaram lavar todas as manchas de sangue de dentro do imóvel.

A vítima não portava documentos, aparentava ter mais de 40 anos e usava dentaduras. Ele vestia apenas uma cueca verde e usava uma corrente de prata. O delegado Rubens Recalcatti, da Delegacia de Homicídios, conta com o apoio da vizinhança para localizar as pessoas que viviam no terreno. “A rua tem grande movimentação de usuários de droga. Vamos procurar quem poderia estar no local para interrogar”, afirma.