Denúncias feitas ao Narcodenúncia, telefone 181, levaram policiais do 3.º Distrito Policial (Mercês) até um endereço no Pilarzinho, onde funcionava um “disque-drogas”. Andrei Fernandes Baptista, 29 anos, foi preso em flagrante com cerca de 150 gramas de cocaína.

De acordo com o delegado Messias Rosa e o superintendente Omar Peplow, por volta das 10h da manhã de ontem, os policiais foram até a casa, na Rua Domingos Antônio Moro.

Lá, encontraram, além da cocaína, um vaso com uma muda de maconha e uma bucha da droga. Andrei foi preso em flagrante por tráfico de entorpecentes. “Temos informações que ele vendia drogas em casa há pelo menos um ano”, disse o delegado.

Tabela

Ao interrogar pessoas ligadas a Andrei, os policiais descobriram que ele vendia a bucha de maconha a R$ 10 e fazia entregas, quando o pedido era superior a R$ 50. Segundo o delegado a senha para a entrega do entorpecente era “sou amigo do Bira”. “Quando alguém falava isso por telefone, Andrei já sabia que era algum cliente”, disse o delegado.

Andrei negou as acusações. Contou que a cocaína era para o próprio consumo e que havia pago R$ 700 por ela. “Eu iria usar com meus amigos e o vaso de maconha foi deixado por um deles aqui em casa”, alegou.