Um homem foi preso na tarde de terça-feira (27) por estar com um poste de iluminação pública, uma escada importada e ao menos 600 quilos de fiação dentro de um ferro velho, no bairro Cajuru, em Curitiba. A pessoa irá responder por receptação de material ilícito e pode ficar detido por 8 anos.

+Leia mais! Fabricante de pneus anuncia investimento de R$ 1 bilhão na RMC; 300 empregos devem ser criados

De acordo com a Polícia Civil, um boletim de ocorrência foi aberto no começo da semana relatando um furto de uma escada importada dos Estados Unidos. Com a investigação em andamento, surgiu a informação que o objeto estaria em ferro velho. Ao chegar no local, os policiais encontraram rapidamente a escada, mas o que chamou a atenção foi o poste.

“Verificamos todo o espaço e achamos um poste de metal com a luminária inteira. Não sabemos o local que ocorreu o furto, mas imagino que tenha sido de um parque da cidade. Além disso, encontramos aproximadamente 600 quilos de fios usados na telefonia e iluminação pública”, comentou o delegado Walace Brito do 6 ° Distrito Policial.

LEIA TAMBÉM – Leilão online tem Sandero, Ranger, Corolla e mais carros com preços abaixo do mercado

Coibir o receptador

A Tribuna do Paraná divulgou nesta terça-feira (27), uma reportagem sobre furtos de fios/cabos e alumínios em geral que estão deixando comerciantes de Curitiba assustados e com prejuízos na conta. Esse tipo de furto não é novidade, mas, com a pandemia do coronavírus associada à crise financeira, uma onda de incidência se alastrou por inúmeros bairros de Curitiba, o que tem tirado o sono de muita gente.

Segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), os números apontam que de janeiro a maio deste ano, foram 1077 casos de ocorrência de furto de fiação elétrica em Curitiba. Em 2020, foram 1816 situações, ou seja, em apenas cinco meses de 2021, já foi registrado 59,30% da temporada passada.

+Leia mais! 10Curitiba tem sensação térmica de zero grau com massa de ar polar

Para tentar coibir o trabalho dos receptadores que conseguem os objetos furtados, foi lançada a Operação Metal Nobre III, que conta com a apoio da Polícia Militar, a Guarda Municipal de Curitiba e outros órgãos municipais, além de apoio da Copel e da Sanepar. Na quinta-feira passada (22), um casal foi preso com 600 quilos de fios metálicos, partes metálicas de pontos de ônibus e portas de publicidade em um ferro velho no bairro Boqueirão. “O foco dessa operação é reprimir o receptador, pois estimula a prática de furto. Vale reforçar que quem compra também do ferro velho tem conduta criminosa e pode responder como receptação”, reforçou o delegado.

As três pessoas detidas seguem presas por receptação qualificada e podem ser punidas de 3 a 8 anos de prisão, sem possibilidade de fiança.

+Web StoriesOnda de frio intenso gera enxurrada de memes na internet! Veja!