Uma confusão no Largo da Ordem na noite de sábado (11), em Curitiba, envolvendo uma equipe da patrulha da Guarda Municipal (GM), terminou com a morte por disparos de arma de fogo de um jovem de 22 anos. Também ficaram feridas pelos disparos uma adolescente, de 14 anos, e uma mulher, de 31 anos. A ocorrência foi na Rua Trajano Reis, perto do monumento Cavalo Babão.

>>>Atualização! GM afasta guarda suspeito de atirar e matar jovem no Largo da Ordem

Segundo a GM, uma equipe foi acionada para conter uma briga envolvendo diversas pessoas na Trajano Reis. De acordo com relato dos guardas que atenderam a ocorrência, no local estavam aproximadamente 300 pessoas, grande parte consumindo bebida alcoólica e sem respeito ao distanciamento e ao uso de máscara. Ao chegar ao local, várias garrafas de vidro foram arremessadas contra os guardas, que reagiram à agressão.

+ Leia mais: Cinco paranaenses vão dividir prêmio da Lotofácil da Independência. Veja as lotéricas “pé quente”

Segundo informações do local, a equipe da GM efetuou disparos de arma de fogo para conter o grupo envolvido na briga. Os disparos teriam atingido o homem, a adolescente e a mulher. Elas não tinham relação com a ocorrência, apenas passeavam pelo local. As duas foram encaminhadas ao hospital sem risco de morte. Os guardas prestaram socorro e acionaram o Siate.

Em nota, a Guarda Municipal de Curitiba lamentou o falecimento do “jovem de 22 anos ferido por arma de fogo após uma confusão generalizada registrada na Rua Trajano Reis, no fim da noite deste sábado”. Ainda não é possível afirmar que o disparo que matou o homem foi produzido pela GM.

+ Veja também: Cabra de estimação, Tarsila tem vida de princesa e até “cascocure” em Curitiba

Ainda conforme a nota da GM, “tão logo teve conhecimento do ocorrido, a Corregedoria da Guarda Municipal deu início à investigação para apurar fatos e responsabilidades. O procedimento vai apurar eventuais irregularidades, com as devidas providências previstas em regimento interno da corporação e demais legislações inerentes à matéria”.