Amamentar é um direito do bebê, onde e quando ele quiser, sem que sua mamãe receba olhares sensuais ou de reprovação por colocar seu seio de fora para alimentar o filho. Muito menos que ela precise colocar um “paninho” para cobrir o seio. É para afastar preconceitos e promover o aleitamento materno que irá acontecer a Hora do Mamaço, na tarde deste domingo (4), na sede do Museu da Vida, em Curitiba. O evento inicia às 13h20 e vai até às 17h, com diversas atividades para as famílias e a foto oficial da Hora do Mamaço, às 16h30.

+ Amamentar é o melhor investimento que você faz no seu filho, diz especialista

A Hora do Mamaço é realizada oficialmente em Curitiba desde 2016 e abre a Semana do Aleitamento Materno e a campanha Agosto Dourado, que tem o objetivo de estimular as famílias ao aleitamento materno. O termo “famílias” é intencional pois, conforme Maria Caroline Waldrigues, que faz parte da comissão que organiza o evento em Curitiba, uma mãe só consegue ter uma amamentação de sucesso quando tem uma boa rede de apoio: companheiros, pais, mães ou irmãos que lhes dão apoio, ajudam e estimulam.

“A gente precisa derrubar essa coisa romântica da amamentação. Porque a gente entende que gestar, parir e alimentar um bebê é muito cansativo, vai te exigir esforço. Nos primeiros dias da amamentação, o peito dói, machuca, sangra (94% das mulheres possuem problemas nestes primeiros dias de amamentação). E para que você consiga, você precisa de gente que te estimule, que te promova um ambiente tranquilo, que te ajude com a casa, com a comida, com os outros filhos”, explica Maria Caroline, que também é mamãe.

+ Atenção! Você está a um clique de ficar por dentro do que acontece em Curitiba e Região Metropolitana. Tudo sobre futebolentretenimentohoróscopo, nossos blogs exclusivos e os Caçadores de NotíciasVem com a gente!

Preconceito

Além de promover apoio e de levar informações às mulheres sobre a amamentação, o objetivo da Hora do Mamaço é derrubar o preconceito que existe ao redor deste assunto. A Hora do Mamaço começou depois que uma mulher, em São Paulo, tentou amamentar seu filho numa exposição de arte, em 2004, e foi impedida pelos seguranças do local, sob acusação de “atentado violento ao pudor”, por ela ter colocado o seio de fora. Ela foi solicitada a sair do local. Então mulheres se uniram e fizeram um “mamaço” coletivo no local onde a mãe sofreu o preconceito. Desde então, a “Hora do Mamaço” tem se expandido para todo o Brasil.

Conforme a organizadora do evento, Curitiba e o Paraná possuem leis, uma estadual e outra municipal, que garantem que as mamães possam amamentar em qualquer local. E se forem constrangidas ou impedidas, devem acionar os meios legais para processar quem lhe causou o incômodo. O local também deverá ser multado.

+ Skinheads são condenados mas sentença não deixou ninguém satisfeito

Frio

A previsão é de que domingo seja gelado em Curitiba. Porém, isso não deve afastar as participantes. No ano passado, também estava nublado e frio e o evento contou com cerca de 100 pessoas. “A gente quer engajar mulheres para que se sintam acolhidas para amamentar, que consigam passar por esse desafio. Queremos desmistificar essa questão que amamentar é erótico e sensual. Amamentar é poder oferecer pro seu filho a melhor fonte de nutrição que ele pode ter. Amamentar é um ato de amor, estimula o vínculo, o olho no olho, o quentinho. Nas primeiras semanas de vida, o bebê não enxerga, a visão é borrada. Então é através do cheiro, da voz, da textura da pele, desse contato pele a pele que o bebê vai reconhecer quem é a sua cuidadora, a sua mamãe. Por isso existe a chamada hora de ouro. É nesta primeira hora após o nascimento que o bebê deve ser colocado neste contato pele a pele com a mãe, para de imediato já reconhecê-la e estimular a descida do leite”, defende Maria Caroline.

+ Curitiba é conhecida como a capital mais fria do Brasil, mas por que não neva por aqui?

Informações do “Mamaço”

Local: Museu da Vida (Rua Jacarezinho, 1691, bairro Mercês – Curitiba)

Horário: 13h às 17h

Atrações: aula de yoga (13h20), apresentação da banda Taque Tique Tá (MPB para crianças), dança mamãe e bebê, jogos, sorteios de brinde e a foto oficial da Hora do Mamaço (16h30).

Mais informações na página do Facebook do evento

Amamentar é o melhor investimento que você faz no seu filho, diz especialista