O Hospital de Clínicas da Universidade Federal (UFPR) do Paraná irá ativar, nesta quarta-feira (24), sete respiradores com monitores e nove sistemas de ventilação de alto fluxo que serão utilizados no tratamento de pacientes infectados pela covid-19. Os aparelhos foram doados pela Associação Amigos do Hospital de Clínicas e a doação também inclui R$ 284 mil em insumos.

+Leia na Tribuna! Ratinho Junior decreta luto oficial após marca de 15 mil mortes pela covid-19 no Paraná

Os novos respiradores chegaram no domingo (21) e já foram adaptados para transformar os leitos para pacientes do novo coronavírus. Já o sistema de ventilação de alto fluxo aumenta o volume de ar e de oxigênio, aquecidos e umidificados, por meio das vias aéreas.

Foto: Unidade de Comunicação do CHC-UFPR/Ebserh.

Ricardo Marcelo Fonseca, reitor da UFPR, reforça que a união de várias pessoas e entidades acabou proporcionado este aumento no número de leitos. “ Médicos de outras especialistas irão ajudar no atendimento e a solidariedade é fundamental. Com a chegada destes equipamentos, são 93 Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), sendo 5 pediátricas e 100 leitos de enfermarias. A nossa universidade segue salvando vidas, sendo solidária com a nossa população”, disse o reitor da UFPR.

Viu essa? Com UTIs ainda lotadas, Curitiba registra novo recorde com 45 mortes

Nesta terça-feira (23), a Secretaria Municipal de Saúde ativou mais 11 leitos, sendo seis em UTI. Mesmo assim, a taxa de ocupação dos 492 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 está em 102%. No momento não há leitos livres. Nas enfermarias, a ocupação dos 874 leitos está em 95 % com 46 leitos livres.  

Curitiba atravessa o pior momento da pandemia que teve início em março de 2020. No último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), foram registrados 45 mortes e 822 novos casos de coronavírus na capital.