O Hospital São Vicente, unidade filantrópica de referência no transplante de fígado e rim no Paraná, deve receber investimentos de R$ 2,3 milhões do governo do estado para reforma e construção de um novo anexo. A área onde será erguido o complexo foi dedida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), na Rua Brigadeiro Franco.

O objetivo é de que o Centro de Especialidades do Hospital São Vicente concentre no novo espaço os atendimentos e tratamentos ambulatoriais dos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), inclusive os oncológicos e com doenças hepáticas e renais.

LEIA MAIS – Enquanto a vacina contra o coronavírus não chega, vacine seu filho contra pólio e outras doenças

A data para o início da reforma ainda não foi divulgada. O imóvel cedido pelo Ibama possui três andares e 1,4 mil metros quadrados. O projeto de reforma prevê 15 consultórios, um centro de estudos com três salas de aula, área administrativa, sala de pequenos procedimentos, um auditório, sala de espera para 270 pessoas e um andar exclusivo para os pacientes usarem para tratamento contra o câncer  com 22 poltronas de quimioterapia.

O Hospital São Vicente tem duas sedes em Curitiba, no Centro e na Cidade Industrial (CIC). A primeira ocupa uma área de 10 mil metros quadrados, com 120 leitos. Na unidade CIC são 25 leitos de média complexidade.

Segundo o governo, a ampliação permitirá um avanço de até 50% no atendimento em consultas e quimioterapias. Depois que começar, a obra deve durar seis meses.

São Vicente

O Hospital São Vicente atende diversas especialidades cirúrgicas e clínicas, com ênfase em alta complexidade. Fundado em 1939, é administrado pela Fundação de Estudos das Doenças do Fígado Kotoulas Ribeiro (Funef) desde 2002.

O hospital pertence à rede dos hospitais que dão suporte a Curitiba e ao Paraná no atendimento de oncologia e rede de atenção às urgências e emergências, bem como transplantes hepáticos, transplantes renais e cardiologia, cirurgia geral, urologia, cirurgia bariátrica, pronto atendimento, neurocirurgia e ortopedia.

VEJA MAIS – Criança com tosse? Veja os sinais que devem ter a atenção dos pais

O São Vicente também é habilitado como Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), prestando assistência especializada e integral ao doente de câncer, atuando no diagnóstico e tratamento com profissionais médicos especializados e equipe multidisciplinar.

Em 2019, o hospital teve 10.022 internações, 9.712 cirurgias, 35.493 consultas de pronto atendimento geral, 7.006 consultas de pronto atendimento ortopédico, 38.277 consultas no centro médico, 46.161 consultas no centro de especialidades e 77.951 exames realizados nas suas unidades.

No Paraná, o hospital é referência no transplante de fígado e rim. A instituição atingiu recentemente a marca de 828 transplantes, sendo 504 hepáticos e 324 renais. No ano passado, foram realizados 142 transplantes na instituição, sendo 92 de fígado e 50 renais.

O centro médico atende angiologia, cirurgia vascular, cardiologia, cirurgia traumatologia bucomaxilofacial, cirurgia do aparelho digestivo, cirurgia geral, cirurgia plástica, cirurgia torácica, clínica geral, endocrinologia, gastroenterologia, ginecologia, hematologia, hepatologia, infectologia, mastologia, neurocirurgia, neurologia, oncologia cirúrgica, oncologia clínica, ortopedia, otorrinolaringologia, pneumologia, transplante hepático e urologia.