Com pousadas lotadas e campings cheios nesta virada do ano, a Ilha de Superagui, em Guaraqueçaba, enfrenta um surto de covid-19 provocado pelo alto movimento de turistas. Nesta segunda-feira (03), a prefeita Lilian Ramos Narloch (PP) assinou um decreto fechando bares, restaurantes e serviços turísticos não-essenciais na ilha.

LEIA TAMBÉM:

>> Chuvas de dezembro em Curitiba chegam a 120 mm e ficam perto da média histórica

>> Policiais militares são atingidos por fogos de artifício na grande Curitiba; Vídeo!

Entre as medidas, está a suspensão de serviços dos estabelecimentos que não são considerados essenciais, principalmente as de passeios turísticos e atrações artísticas. Táxis náuticos e barcos maiores, que ofertam serviços de transporte à Ilha de Superagui, ficam autorizados a funcionar, com monitoramento de passageiros mediante listagem de embarque, disponibilização de álcool 70%, utilização obrigatória de máscara e limitação de capacidade em 70%.

Por fim, a prefeita decretou também a proibição do transporte de turistas e pessoas não residentes na Comunidade do Superagui, salvo em casos de transporte das equipes médicas e de suporte na área da saúde.

Nova novela

Conheça o elenco principal de “Poliana Moça”

Quanto Mais Vida, Melhor

Flavia/Guilherme se esconde no bar de Teca

Além da Ilusão

Davi pede desculpa a Isadora por tê-la beijado

Confira!

John Wick 2 e mais filmes e séries chegam nesta semana na Netflix