A rede de imobiliárias Apolar anunciou uma parceria com a Nogari Leilões para lançar um novo serviço aos seus clientes, especialmente aqueles que precisam vender seu imóvel com agilidade. A parceria transforma a empresa paranaense na primeira do Brasil a usar essa nova modalidade de negociação imobiliária.

O leilão é ideal para aqueles proprietários que desejam converter rapidamente seus imóveis em capital disponível, uma vez que se trata de uma venda imediata, com recebimento do pagamento à vista. Não é exagero, portanto, afirmar que no leilão a capitalização é com dia e hora marcada. “Há um funil temporal por onde todas as expectativas dos interessados pelo bom negócio convergem para o instante da batida do martelo”, salienta o leiloeiro Jorge Nogari.

+ Leia mais: Moradores de Curitiba podem sugerir como orçamento de 2022 será gasto

A parceria com a Apolar, segundo ele, é resultado da soma de forças, entre duas profissões de atuações complementares, vez que a imobiliária tem a carteira de imóveis e o time de corretores especializados e a Nogari Leilões tem todo o know-how do procedimento.

“É uma ideia antiga que tínhamos, e consideramos que finalmente o mercado está bastante apto no momento, maduro para esse modelo de negócio. O leilão ainda é envolto de muitos mitos, como o de que contempla somente imóveis ligados a dívidas, com restrições de toda ordem, o que não é verdade. Nós fazemos uma avaliação completa do imóvel e aplicamos a Due Diligence (análise minuciosa) em toda a documentação. Importante, ainda, ressaltar que cada leilão tem um edital público com o regramento para o procedimento do leilão, o que promove segurança jurídica”, explica Nogari.

+ Veja também: Curitiba precisa de pelo menos quatro fins de semana chuvosos para aliviar crise

A principal diferença do leilão para a negociação tradicional, além da necessidade do pagamento à vista, é que os imóveis são disponibilizados com um preço inicial de oportunidade, pré-estabelecido, entre 20% e 30% abaixo do valor de mercado, ou até mais.

Para que o procedimento seja eficaz, portanto, ele deve ofertar imóveis de preço atrativo. “Não adianta levar a leilão um apartamento que esteja num prédio onde há outros imóveis à venda na mesma faixa de valor, por exemplo”, afirma Jean Michel Galiano, diretor da Apolar. “Essa é uma opção excelente e segura para quem deseja comprar um imóvel para investimento”, completa.

Mais oportunidades aos clientes

Jean Michel Galiano (Apolar Imóveis) e Jorge Nogari (Nogari Leilões). Foto: Divulgação

Galiano diz que os leilões vão ao encontro dos principais valores da Apolar Imóveis, que está sempre em busca de inovações para atender à sociedade e proporcionar a melhor experiência aos seus clientes.

+ Amigo de NegóciosVocê sabe o que é empreendedorismo, quais os tipos e quem pode empreender?

“Por que não atingir uma outra fatia de mercado? Os leilões trazem grandes oportunidades e são uma forma segura de preservar o recebimento do valor pelo proprietário. O imóvel é totalmente auditado pelo leiloeiro, que tem uma responsabilidade social muito grande, com fé pública. É um novo nicho para nossos clientes que precisam capitalizar a curto prazo”, frisa.

Os leilões da Apolar Imóveis em parceria com a Nogari Leilões estão previstos para iniciar em 30 dias.