Uma imagem postada nas redes sociais do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) chamou a atenção. Uma multidão aglomerada na Praia Mansa, em Caiobá, no litoral do Paraná, acompanhou, na tarde deste sábado (1º), o atendimento de um homem que bateu com as costas fortemente na água após pular de uma pedra.

+Leia mais! Bebê é trancado em carro em pleno calorão de Guaratuba. Casal foi preso

Na imagem, é possível perceber que o helicóptero está no meio dos veranistas e do alto percebe-se centenas de guardas-sóis, pessoas no mar e até praticando esporte. O trabalho dos oficiais ocorreu próximo das 17h quando receberam o comunicado do acidente e, em menos de 10 minutos, já estavam no local informado com o Falcão 08, aeronave da PM.

Vídeos divulgados pela PM mostram a dificuldade dos militares em conseguir se aproximar devido à quantidade enorme de banhistas. Salva Vidas acabam orientando a aeronave que consegue um espaço em meio à praia lotada.

+Viu essa? Bolsonaro causa furor com promessa de visita a Guaratuba, mas muda de ideia

"Mar de gente" chegou atenção no resgate feito neste sábado no litoral paranaense.
“Mar de gente” chegou atenção no resgate feito neste sábado no litoral paranaense. Foto: Reprodução/ BPMOA.

E o resgate?

Quanto ao homem que foi socorrido tem 49 anos e foi encaminhado ao Hospital Regional de Paranaguá com suspeita de lesão de medula.

Como funcionao BPMOA?

Diariamente, uma equipe de policiais militares e profissionais da saúde ficam de plantão no hangar do Aeroporto do Bacacheri. Quando os operadores aerotáticos recebem uma ocorrência, já fazem a triagem. Caso percebam que a situação necessite urgência, uma das equipes de aeronave é acionada. As equipes do BPMOA têm total autonomia para levantar voo. Ou seja, não precisam nem da liberação do comando-geral da PM e nem esperar o pedido de ajuda de outros órgãos de segurança. São considerados os anjos da corporação e tem como princípio ajudar os outros a viver.

Um dos helicópteros mais acionados em Curitiba é o Falcão 4, de fabricação francesa e que desde 2011 integra a frota do BPMOA. É um modelo Airbus EC 130B4, com a maior cabine de sua classe e com velocidade que chega a 300 km/h.

Em ações de resgate médico, o Falcão 4 decola com piloto, copiloto, um coordenador de operação aérea, um médico e um enfermeiro. Dois bancos foram substituídos por uma maca e um kit aeromédico, que inclui malas de atendimento a trauma, cardioversor, cilindros e máscaras de oxigênio. Monitores também podem ser acoplados próximo à cabine. O peso total da aeronave pode chegar a 1,5 tonelada, incluindo todos os equipamentos.

O verão é um dos períodos de mais trabalho do BPMOA. Além dos acidentes nas estradas que aumentam, o movimento de pessoas nas praias em períodos de pico como ano novo e carnaval, também aumentam os salvamentos de afogados. Nesse sentindo é essencial ficar atento e respeitar os locais monitorados por guarda-vidas e prestar atenção nas indicações das bandeiras no mar.

Pantanal

Juma atira nos pés de Jove

Loterias

Veja o resultado das loterias desta terça-feira!

Inverno Chegou

Veja como será o primeiro dia de inverno em Curitiba

Além da Ilusão

Lorenzo declara seu amor por Letícia