Bombeiros trabalham bastante na tarde deste domingo (9) para conter um incêndio de grandes proporções que atingiu um depósito de plásticos de uma conhecida loja de R$ 1,99 na esquina das ruas Roberto Farias com Emilio Monteiro Soares, no bairro Fanny, em Curitiba. O trânsito está lento nas proximidades.

Muitos curiosos acompanham o trabalho do Corpo de Bombeiros e estão assustados. “Por volta das 14h30, nós começamos a sentir o cheiro forte e saímos pra ver o que era. O barracão na frente da nossa casa já estava tomado pelas chamas e a fumaça era muito escura e intensa”, contou o morador Cezar Brasil.

Segundo outro morador da região, uma vizinha do barracão passou mal devido à fumaça preta intensa, que atingiu 15 metros de altura e podia ser vista até de municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Combate difícil

Ninguém ficou ferido, mas os bombeiros têm bastante trabalho para evitar que casas vizinhas sejam queimadas. “Todos os recursos que tínhamos disponíveis foram movimentados. Iniciamos o combate para proteger as residências ao redor e ainda estamos trabalhando para conter o fogo”, informou o capitão Depetris.

Segundo ele, o depósito abrigava diversos materiais combustíveis, como acetona e esmalte, o que intensificou o incêndio e levou a equipe a solicitar apoio de viaturas da RMC para combater as chamas no local. Ao menos cinco caminhões já se deslocaram até o endereço da ocorrência.

Moradora furou o isolamento e entrou na casa vizinha ao incêndio para resgatar um cão. Foto: Lineu Filho
Moradora furou o isolamento e entrou na casa vizinha ao incêndio para resgatar um cão. Foto: Lineu Filho

Além da dificuldade para conter o fogo, devido aos materiais inflamáveis, os bombeiros também enfrentaram problemas no momento de retirar alguns moradores de suas residências. “Pedimos que todos saíssem para sua própria segurança, mas alguns voltaram para buscar um animal e, com isso, colocaram em risco a sua vida e a de outros”, conta o capitão, que orienta a população a sempre atender aos pedidos dos bombeiros com rapidez.

Rota de aviões

Conforme um morador, aviões que se dirigem para o Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, tiveram a rota desviada, já que o trecho do incêndio é rota comercial para o terminal aeroportuário.