O Instituto Água e Terra (IAT)/ Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo (Sedest) notificou na tarde desta sexta-feira (5) a empresa J.F MIneradora, que fica em Piraquara, por suspeita de lançamento de forma irregular efluente na Bacia do Iraí, afetando o abastecimento público da Região Metropolitana de Curitiba. A empresa foi notificada a paralisar imediatamente as suas atividades.

A paralisação das atividades, de forma preventiva, se deve à turbidez apresentada na captação de água do Rio Iraí. O Instituto esclarece, ainda, que não culpa a empresa pelos resíduos sólidos que prejudicam o abastecimento de água pela Sanepar. Os estudos foram solicitados como parte da investigação que é realizada no local.

Outros fatores também são analisados, inclusive o elevado volume de chuva dos últimos dias. A Sanepar vem executando manobras diárias no sistema para não afetar sempre os mesmos bairros.

O IAT informa também que pediu para a empresa a apresentação dos seguintes estudos para a retomada dos trabalhos:

  • Projeto de drenagem das águas
  • Plano de Monitoramento da qualidade das águas do Rio Piraquara
  • Projeto de construção dos diques

Reincidência

Em junho e outubro de 2019, a empresa já havia sido autuada por lançamento de efluente, diretamente no corpo receptor, sem o devido tratamento, com o agravante de interrupção do tratamento da água por parte da Sanepar. À época, a atividade foi embargada pelos órgãos ambientais.

Em agosto de 2020, em decorrência de descumprimento do embargo anteriormente promovido, a empresa foi novamente autuada devido a um recorrente escoamento superficial da água oriunda do tanque de decantação, que, inadequadamente, infiltra e percola por toda a área de várzea do rio Piraquara.

Bairros sem água

A Sanepar comunica que, dado o despejo irregular de sedimentos na Bacia do Iraí, a produção de água continua prejudicada pelo excesso de turbidez. Novos bairros sofrem o impacto dessa ação.

Normalização a partir das 7 horas da manhã de sábado (6), de forma gradativa.

Curitiba: Alto da XV, Centro, Cristo Rei, Hugo Lange, Jardim Botânico, Juvevê, Prado Velho e Rebouças.

Normalização por volta das 20h30 de sábado (6):

Curitiba: Santa Cândida e Atuba

Pinhais: Alto Atuba 1 e 2, Emiliano Perneta 1, Centro 1 e 2, Palmital 1 e 2, Rural, Estância Pinhais 1 e 2, Weissópolis 1, Vila Amélia 2.

Colombo: Atuba, Guarani, Rio Pequeno, Rio Verde, Campo Pequeno e Alto da Cruz, Mauá, Guaraituba, Palmital, Vila Zumbi, Maracanã.

Normalização no domingo (7) de manhã

Pinhais: Esperança, Rural, Vila Amélia 1 e 2.

Curitiba: Atuba (outra região), Bacacheri, Barreirinha, Boa Vista, Santa Cândida e Tingui.

Piraquara: Ipanema, Jardim Águas Claras, Jardim Bom Jesus, Jardim das Laranjeiras, Jardim dos Estados, Jardim Esmeralda, Jardim Mirte, Jardim Olinda, Jardim Primavera, Jardim Santa Maria, Jardim Santa Mônica, Jardim Veneza, Planta Rita de Cássia, Vila Dalila,  Vila Osternak, Vila Santa Helena e Vila Remo.