Quem está acostumado a sair do Terminal do Capão Raso para dar uma voltinha no Shopping Popular e voltar para pegar o ônibus sem pagar uma nova tarifa vai ter que se acostumar com uma mudança prevista para acontecer a partir do mês que vem.

A partir do dia 10 de março, a integração temporal entre o terminal e o shopping será feita exclusivamente com uso do cartão-transporte, com o cancelamento do controle anotado em papel.

 

Essa mesma integração temporal com uso do cartão-transporte já é feita nas Ruas da Cidadania do Boqueirão, Boa Vista, Tatuquara, Pinheirinho, Portão, Santa Felicidade e Cajuru.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Para facilitar essa adaptação, um posto de confecção e desbloqueio de cartão-transporte foi montado dentro do Shopping Popular para atender os moradores que circulam por ali e fazem uso do transporte coletivo.

“Todas as demais integrações temporais da cidade são exclusivamente com cartão-transporte, apenas aqui que há décadas se mantinha o papel como forma de controle, o que gera fila e burocracia para o usuário”, destacou Pedro Romanel, coordenador da Área Comercial da Urbs.

+Leia também: Curitiba tem alerta de temporal nível laranja nesta sexta-feira. Entenda!

A integração temporal por cartão-transporte já existe no Shopping Popular. Por dia, das 600 pessoas que diariamente acessam o Shopping Popular pela integração temporal, metade usa o cartão-transporte.

Hoje existe um validador de integração no Shopping Popular. A Urbs aumentará para três, um para cada corredor. A integração temporal com o uso do cartão-transporte funciona igual nos demais equipamentos públicos como Ruas da Cidadania, que contam com o sistema.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Como funciona

1- O passageiro que sai do terminal tem de passar o cartão no validador de saída do terminal e depois valida o mesmo cartão no equipamento que fica dentro do Shopping Popular, um em cada corredor (em março todos terão um validador).

2- Valida o cartão na entrada shopping, no equipamento instalado nos corredores. O passageiro tem 10 minutos para essa validação.

3- Após essa validação, são duas horas para permanecer no shopping e retornar ao terminal sem pagar outra tarifa.

4- O sistema não aceita cartão avulso ou de outros sistemas de transporte. Usuários do sistema metropolitano, por exemplo, podem fazer essa integração desde que tenham cartão da Urbs e o usem no mínimo uma hora antes em um terminal, ônibus ou estação do sistema urbano de Curitiba.

Em caso de bloqueio do cartão – o que pode ocorrer por falta de utilização do cartão, o usuário pode procurar a Urbs, na Rodoviária ou nas Ruas da Cidadania, para desbloquear. Informações sobre emissão, carga de créditos e desbloqueio do cartão estão disponíveis no site da Urbs.

Conheça João Victor, um apaixonado por ônibus que constrói suas próprias miniaturas