Oito celulares do tipo iPhone que seriam banhados a ouro foram apreendidos por auditores da Receita Federal em Foz do Iguaçu, na região Oeste do Paraná. A apreensão dos equipamentos ocorreu durante uma fiscalização realizada na terça-feira (29), mas divulgada nesta quinta-feira (31). Os aparelhos estavam escondidos junto com pacotes de cigarro guardados em caixas de peças de automóvel.

Segundo a Receita, a descoberta ocorreu no momento da checagem da nota fiscal, em uma operação realizada em uma empresa transportadora. Cerca de 500 mil mercadorias foram fiscalizadas na empresa. Só de celulares sem nota, os fiscais acharam 140 iPhones. Os oito aparelhos que seriam banhados em ouro 18k estavam juntos no montante.

+ Leia mais: Pequenos vilões: microplásticos são encontrados em 16 praias do Paraná

Agora, de acordo com a Receita, o próximo passo é analisar se os “celulares de ouro” são autênticos, relacionados a alguma edição limitada da Apple. Se forem autênticos, a apreensão pode passar de R$ 900 mil só em celulares. Já em 2022, versões de luxo da marca, com construções que levavam ouro, chegavam a custar 30 mil dólares. As outras mercadorias, segundo a Receita, também não tinham nota fiscal.

Caso a empresa não comprove a origem das mercadorias, os itens originais devem ir a leilão. Os cigarros e possíveis itens falsificados serão destruídos.

Pantanal

Juma atira nos pés de Jove

Loterias

Veja o resultado das loterias desta terça-feira!

Inverno Chegou

Veja como será o primeiro dia de inverno em Curitiba

Além da Ilusão

Lorenzo declara seu amor por Letícia