A partir desta terça-feira (04), proprietários de veículos no Paraná poderão emitir as guias para o pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). O serviço estava previsto para ser disponibilizado a partir do dia 1º de janeiro, mas na segunda-feira (03), o site da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) ainda estava fora do ar, em uma manutenção programada. Na manhã desta terça, o sistema já estava regularizado.

+Leia também!

>> Veículo não encontrado? Entenda falha pra pagar o IPVA 2022 no site do Detran

>> IPVA 2022 PR: como consultar e emitir a guia no Detran

Para pagar o imposto, o motorista deve ficar atento antes de quitar o tributo. A Tribuna do Paraná preparou um guia para não ficar perdidão e ajudar a definir a melhor forma de pagamento. Bora lá!

1. O boleto chega em casa?

Não. Pelo terceiro ano consecutivo, não haverá envio de boleto ou qualquer outro documento de cobrança para a casa dos contribuintes. As guias de pagamento devem ser acessadas no site da Secretaria Estadual de Fazenda e é necessário ter em mãos o número do Renavam. Esse número consta no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV).

LEIA TAMBÉM:

>> Paraná em surto ou epidemia de gripe após explosão de casos? Sesa responde!

>> Vai se aposentar logo? Confira as mudanças da Previdência para 2022

2. Tem desconto para pagamento à vista? De quanto?

Sim, um desconto de 3% sobre o valor do imposto. O pagamento para placas com final 1 e 2 tem vencimento no dia 17 de janeiro, placas com final 3 e 4 no dia 18, placas com final 5 e 6 no dia 19, placas com final 7 e 8 no dia 20 e por fim, placas
com final 9 e 0 no dia 21 de janeiro.

3. Posso parcelar em quantas vezes?

Em até cinco vezes com vencimentos em janeiro, fevereiro, março, abril e maio.

Placas com final 1 e 2 – 17/01, 17/02, 17/03, 18/04 e 17/05
Placas com final 3 e 4 – 18/01, 18/02, 18/03, 19/04 e 18/05
Placas com final 5 e 6 – 19/01, 21/02, 21/03, 20/04 e 19/05
Placas com final 7 e 8 – 20/01, 22/02, 22/03, 22/04 e 20/05
Placas com final 9 e 0 – 21/01, 23/02, 23/03, 25/04 e 23/05

4. Como se calcula o valor?

O imposto é calculado com base no valor venal do veículo. Para ônibus, microônibus, caminhões e outros veículos de carga, veículos de propriedade de empresas locadoras e veículos movidos a gás natural veicular (GNV) devidamente regularizados junto ao Detran o imposto é de 1% sobre o valor do veículo. Para os demais casos, a alíquota sobe para 3,5%.

5. Onde pagar

O IPVA pode ser pago em sete bancos e em qualquer casa lotérica. Os bancos credenciados são Banco do Brasil, Itaú, Santander, Bradesco, Sicredi, Banco Rendimento e Bancoop.

6. Atraso

Quem perder a data de pagamento pode seguir o mesmo procedimento para pagar com atraso. Será cobrada multa de 0,33% ao dia mais a taxa Selic. Depois de um mês de atraso a multa é de 10% mais a taxa Selic

 7. E se não pagar o IPVA?

O recolhimento do IPVA é obrigatório para que o Detran emita o licenciamento do veículo, documento que o motorista deve portar em várias situações. Fora que se não estiver em dia com a documentação, o veículo pode ser recolhido pelo agente de trânsito.

Pantanal

Juma atira nos pés de Jove

Loterias

Veja o resultado das loterias desta terça-feira!

Inverno Chegou

Veja como será o primeiro dia de inverno em Curitiba

Além da Ilusão

Lorenzo declara seu amor por Letícia