A prefeitura de Curitiba homologou nesta terça-feira (30) a licitação da última etapa das obras da Linha Verde, obra que teve início há 12 anos, em 2006. As obras do lote 4.1 da Linha Verde Norte terá 2,8 km, ligando a estação Solar ao Atuba.

+ Leia mais: Casal de Curitiba aposta no empreendedorismo e fatura alto vendendo pães em sinaleiro!

A construtora Terpasul venceu a licitação ao custo de R$ 69,4 milhões.O recursos do Orçamento Geral da União, como parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do governo federal. A ordem de serviço deve ser emitida ainda em novembro, segundo a prefeitura, após a assinatura de contrato com a construtora. O prazo previsto para conclusão é de dois anos, em 2020. A previsão original era que a Linha Verde fosse concluída em 2018.

“Quero ser o prefeito que termine esta obra. Ao fim de 2020 deveremos ter a Linha Verde pronta”, afirmou o prefeito Rafael Greca (PMN) em visita às obras da Linha Verde Norte nesta terça. A construção da Linha Verde começou ainda na gestão de Beto Richa (PSDB) em 2006 e passou pelas administrações de Luciano Ducci (PSB) e Gustavo Fruet (PDT).

+ Leia mais: Viatura que atropelou quatro na Linha Verde estava em alta velocidade sem motivo, aponta laudo

Na visita à obra nesta terça, Greca ressaltou as dificuldades para tentar agilizar a obra. “Nós, prefeitos, somos sempre escravos da burocracia, cada dia mais pesada e difícil. Nem só de concreto e asfalto e esforço de engenharia se faz a prefeitura, mas de muito papel, muita discussão e muita luta contra a burocracia”, frisou o prefeito, em declaração ao site da prefeitura.

Outros lotes

Já o lote 3.1 da Linha Verde Norte, que vai do viaduto da Avenida Victor Ferreira do Amaral até o Rio Bacacheri, perto do Hospital Vita, está em fase de conclusão. Os investimentos neste trecho são de R$ 56,1 milhões. O trecho também inclui o lote 3.2, com a trincheira na Rua Fúlvio Alice, próxima à Igreja Batista do Bacacheri. A obra está em execução, com investimentos de R$ 28,7 milhões. A previsão é que os dois lotes sejam concluídos em abril de 2019.

+ Leia mais: Carro despenca de viaduto após capotar diversas vezes. Homem morreu no local

Já o projeto do lote 2.1, de construção do viaduto triplo na Avenida Victor Ferreira do Amaral, está em aprovação na Caixa Econômica Federal. Esta obra prevê o alargamento do atual viaduto sobre a Linha Verde para a passagem de mais carros e ônibus biarticulados do Ligeirão Leste/Oeste. Aproveitando a ampliação do vão do viaduto, também será construído um terminal de ônibus ligando as linhas da Victor Ferreira do Amaral com as da Linha Verde. Na parte de baixo do viaduto, uma nova trincheira será construída para desafogar o trânsito da Victor Ferreira do Amaral e o acesso à Linha Verde nas imediações do Colégio Militar do Exército.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Novo shopping de Curitiba vai ter 18 grandes redes de lojas, como Casas Bahia e Renner