Motoristas que trafegam pela Linha Verde (BR-476), no trecho que passa pelos bairros Bacacheri e Bairro Alto, em Curitiba, devem redobrar a atenção, por conta da implantação de um novo desvio que vai modificar o trânsito na região. A data, porém, será divulgada ainda nesta quinta-feira.

A alteração ocorre após a retomada das obras do Lote 3.2 para a construção da nova trincheira, que devido à problemas entre a construtora e município e permaneceram “empacadas” nos últimos meses. O reinício dos trabalhos, neste que é um dos pontos mais polêmicos da Linha Verde, foi anunciado no final de julho, pelo prefeito Rafael Greca (DEM). No total, as obras na Linha Verde já duram 12 anos.

De acordo com informações da Superintendência de Trânsito de Curitiba (Setran), com o bloqueio entre as ruas Fagundes Varela e Anita Ribas, o fluxo de veículos neste trecho será direcionado para a pista central da Linha Verde, para os motoristas que seguem no sentido sul (Porto Alegre). Até então, esse fluxo seguia pela via local da rodovia.

LEIA TAMBÉM – Montadoras do Paraná amargam quedas nas vendas e ameaçam demitir funcionários

Já para quem trafega no sentido norte (São Paulo) da BR-476, não haverá nenhuma alteração. O desvio contará com uma nova sinalização no local, para orientar os motoristas.

Mudança no busão

Para os passageiros do transporte coletivo, a mudança afetará a linha 371- Higienópolis, que terá seu itinerário desviado para a pista central, no sentido Centro, devido ao bloqueio da via marginal, na Rodovia BR-476, sentido sul.

VIU ESSA? Cobrança de “taxa covid” por imobiliárias é ilegal e exige denúncia de inquilinos

Segundo a Urbanização de Curitiba (Urbs) o ponto de ônibus existente na marginal, entre as Ruas Gustavo Rattman e Rua Amazonas de Souza Azevedo, será desativado temporariamente a partir desta quinta-feira (27).