O Terminal Tatuquara, que será inaugurado nos próximos dias, começa a receber, a partir deste sábado (29), as sete linhas de ônibus que terão embarque e desembarque no local. O novo terminal deverá atender até 34 mil pessoas por dia – atualmente, por conta da pandemia, o movimento será de aproximadamente 28 mil passageiros por dia dia.

As linhas são:

  • 617-JD Ludovica;
  • 619-Sta Rita/CIC;
  • 650-Sta Rita/Pinheirinho;
  • 681-Dalagassa;
  • 684-Rio Bonito;
  • 685-Rio Bonito-CIC; e
  • 773-Vizinhança/Sta Rita.

Elas começam a circular pelo terminal a partir das 4h30 desde sábado.

+ Leia mais: Bandeira vermelha entra em vigor em Curitiba após colapso na saúde. Veja como vai ser!

Algumas delas tiveram o trajeto estendido e ganharam novos pontos até o terminal. A Urbanização de Curitiba (Urbs) disponibilizou cartazes explicativos nos ônibus das linhas com as alterações de itinerário.

Além da melhoria na estrutura viária e arquitetônica – trazendo um novo referencial de modernidade para a região sul da cidade -, o terminal do Tatuquara, com 3,4 mil metros quadrados, vai proporcionar comodidade para os usuários do transporte coletivo dos bairros que compõem a regional (Caximba, Campo do Santana e Tatuquara).

Um dos principais benefícios é integração entre linhas da região, minimizando o tempo de espera, uma vez que o passageiro poderá utilizar mais de uma linha para se dirigir aos terminais Pinheirinho ou CIC.

“Com o novo terminal, é possível trocar de linha de ônibus, o que facilita os deslocamentos. Ou seja, quem tem apenas a opção para o Terminal Pinheirinho e quiser se deslocar até a CIC agora poderá fazer a integração no Tatuquara trocando de linha e vice-versa”, explica Ogeny Pedro Maia Neto, presidente da Urbs, administradora do transporte coletivo na cidade.

+ Veja também: Alvo de reclamações dos curitibanos, prefeitura descarta propagação da covid-19 pelo transporte coletivo

Como se trata de um terminal de passagem, o Tatuquara não contará com linhas metropolitanas circulando e nem linhas troncais ou diretas ao centro de Curitiba.

Melhoria de acesso

O terminal facilita o acesso da população aos serviços da Administração Regional, na Rua da Cidadania do Tatuquara, e da Unidade de Pronto Atendimento de Saúde (UPA), que funcionam perto do novo espaço. Com a inauguração, o número de linhas que atendem esses dois locais passará de quatro para sete.

O terminal também conta com infraestrutura de apoio, com duas lanchonetes, bicicletário e em breve terá coleta seletiva de resíduos recicláveis. Como os demais terminais da cidade, o espaço segue o protocolo sanitário de combate à pandemia, com marcação de distanciamento, termômetros e displays de álcool em gel para os usuários.

Integração temporal 

Os passageiros contam ainda com o benefício da integração temporal via cartão transporte da Urbs, entre todas as linhas do terminal com a Rua da Cidadania do Tatuquara, permitindo que os usuários utilizem os serviços da Prefeitura sem pagar nova tarifa. Após validar o cartão no terminal, o usuário terá dez minutos para validar novamente o cartão no validador da Rua da Cidadania e poderá retornar ao terminal no prazo duas horas.

Para facilitar ainda mais o acesso dos moradores da região aos serviços da Rua da Cidadania, as linhas que trafegam pela Rua Delegado Bruno de Almeida e que não passam pelo terminal, como 646-Pompéia/Janaina, 659-Caximba/Olaria. 680-Rurbana, 690-V. Juliana e 772-Tupy/V. Juliana, continuarão com a integração temporal, válida por 60 minutos, com as linhas 617-Jd. Ludovica e 684-Rio Bonito, e vice-versa.